Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 22 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Por que Santo Atanásio é chamado de “Pai da Ortodoxia”?

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Santo Atanásio

Public domain

Santo Atanásio

Philip Kosloski - publicado em 02/05/23

Santo Atanásio foi um bispo influente da Igreja Primitiva e um grande defensor da fé no século IV

Houve muitos padres e bispos santos nos primeiros séculos da Igreja, e um dos mais influentes dentre eles foi Santo Atanásio.

A Enciclopédia Católica resume a sua vida contando-nos que ele nasceu por volta do ano 296 e morreu em 2 de maio de 373. Foi “o maior defensor da doutrina católica no tocante à Encarnação” e ganhou o título distintivo de “Pai da Ortodoxia”, reconhecido até os nossos dias.

A palavra “ortodoxia”, neste contexto, significa “reta doutrina”, destacando o empenho de Santo Atanásio em defender as doutrinas corretas da Igreja Católica.

O Papa Bento XVI refletiu sobre a sua vida e influência durante uma audiência geral de 2007.

“Este autêntico protagonista da tradição cristã, poucos anos depois da sua morte, foi celebrado como ‘a coluna da Igreja’ pelo grande teólogo e Bispo de Constantinopla Gregório Nazianzeno (Discursos 21, 26), e foi sempre considerado como um modelo de ortodoxia, tanto no Oriente como no Ocidente.

Portanto, não foi por acaso que Gian Lorenzo Bernini colocou uma sua estátua entre a dos quatro santos Doutores da Igreja oriental e ocidental juntamente com Ambrósio, João Crisóstomo e Agostinho, que, na maravilhosa abside da Basílica vaticana, circundam a Cátedra de São Pedro.

Atanásio foi, sem dúvida, um dos Padres da Igreja antiga mais importantes e venerados. Mas, sobretudo, este grande santo é o apaixonado teólogo da Encarnação do Logos, o Verbo de Deus, que, como diz o prólogo do quarto Evangelho, ‘se fez carne e veio habitar entre nós’ (Jo 1, 14)”.

Bento XVI também explicou o que estava no centro dos ensinamentos de Santo Atanásio e das batalhas teológicas da época.

“A ideia fundamental de toda a luta teológica de Santo Atanásio era precisamente a de que Deus é acessível. Não é um Deus secundário, é o Deus verdadeiro, e, através da nossa comunhão com Cristo, podemos unir-nos realmente a Deus. Ele tornou-se realmente ‘Deus conosco'”.

Santo Atanásio continua sendo uma figura importante na história da Igreja e é um santo em quem devemos buscar inspiração.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos

Tags:
DoutrinaHistória da IgrejaSantos
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia