Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Abril |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Novo filme sobre menino mártir cristero do México emociona católicos nos EUA

Mirando al Cielo trailer

D'Place Entertainment | Fair Use via YouTube

Cena de "Mirando al Cielo"

Jaime Septién - publicado em 04/05/23

"Muitas pessoas nos escrevem pedindo para ver o filme novamente, querendo que seus familiares e amigos também vejam…"

Estreou em 18 de abril, nos Estados Unidos, o filme “Mirando al Cielo” (“Olhando para o Céu”), do diretor mexicano Antonio Peláez, produzido por sua esposa, Laura Díaz. Entre bilheterias esgotadas, corações emocionados e fé renovada, os espectadores acompanham a história da vida, paixão e morte do menino “Joselito” em plena “Guerra Cristera”, a chocante perseguição anticatólica sofrida em grau devastador pelo México entre 1926 a 1929.

Mirando al Cielo” conquistou um impressionante segundo lugar entre as maiores bilheteria dos Estados Unidos na data da sua exibição única, realizada em 720 cinemas. Este feito o posicionou também como o filme mais lucrativo por exibição, surpreendendo as redes de salas de cinema.

Espectadores entrevistados se disseram comovidos e motivados a se perguntar o que estão fazendo pelo Reino de Deus, já que o protagonista José Sánchez del Río dedicou os seus 14 anos de existência à defesa da liberdade religiosa num país que sofreu a perseguição anticatólica mais sangrenta do século XX.

Laura Díaz, produtora do filme, declarou à Aleteia:

“Estamos felizes. O cinema é um meio maravilhoso de evangelização e nós agradecemos a Deus por ter nos colocado aqui com o apoio de todos vocês. Tivemos uma resposta incrível das pessoas. Soubemos, pelas redes, que uma mãe americana foi assistir ao filme com a família e, no dia seguinte, pela manhã, a sua filha de dez anos, ao se despedir para pegar o ônibus escolar, parou na porta, se virou para ela e disse: ‘Tchau mãe, viva Cristo Rei!'”.

Laura acrescenta:

“Muitas pessoas nos escrevem pedindo para ver o filme novamente, querendo que seus familiares e amigos também vejam… Os números são excelentes, já que o filme foi classificado entre as dez maiores bilheteria nos Estados Unidos com uma única exibição”.

De fato, algumas salas de cinema que o projetaram ficaram lotadas.

Depois de uma longa luta para realizar o projeto e para superar as muitas portas fechadas, o triunfo deste filme nos EUA aumenta as expectativas para o seu lançamento, em 11 de maio, no México, o país que viu nascer e morrer martirizado o agora santo menino “Joselito”, canonizado pelo Papa Francisco.

Laura Díaz registra que ela e o marido estão “muito felizes, principalmente pela reação das pessoas que saem comovidas e de coração aberto para fazer algo pelo Reino de Deus… Porque a memória dos mártires que entregaram a vida por aquilo em que acreditavam é um exemplo para os jovens e para as famílias de hoje; é um convite a erguer os olhos para o Céu”.

Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia