Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 01 Março |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa incentiva missão em um Ocidente “velho e cansado”

Pope Francis audience with members of the Italian tennis and padel federation May 06-2023

Antoine Mekary | ALETEIA

#image_title

I. Media - publicado em 09/05/23

"Não abandonem a oração, nem se satisfaçam com a oração formal, mas que rezem de verdade"

“Muitos homens e mulheres precisam do Evangelho ainda hoje, não apenas nas ‘terras de missão’, mas também no velho e cansado Ocidente”, disse o Papa Francisco ao receber os Padres Espiritanos – a Congregação do Espírito Santo sob a proteção do Imaculado Coração de Maria, fundada na França – em 8 de maio de 2023, no Vaticano.

Os membros dessa comunidade religiosa, fundada em Paris em 1703 pelo padre Claude-François Poullart des Places, estavam em Roma para o 175º aniversário de sua refundação. Em 1848, seu Seminário do Espírito Santo se fundiu com a Sociedade Missionária do Sagrado Coração de Maria, iniciada pelo Padre François Libermann. Atualmente, os espiritanos somam 2.600 pessoas em 60 países de todos os continentes. Na França, eles são responsáveis pelos Órfãos de Auteuil.

Coragem

Durante a audiência, o Papa elogiou a “coragem” do fundador Claude-François Poullart des Places, que “abriu mão da perspectiva de um futuro pacífico” por uma missão que o expôs “ao sacrifício, à incompreensão e à oposição”. O chefe da Igreja Católica também prestou homenagem aos religiosos da época que continuaram a missão “sem se intimidar com a perseguição religiosa desencadeada pela Revolução Francesa” no final do século XVIII.

O pontífice argentino pediu aos religiosos dessa congregação que não renunciassem à sua “liberdade interior”. Ele também os incentivou a “respeitar os povos e as culturas”, de acordo com seu carisma “aberto e respeitoso”. “O desafio da interculturalidade e da inclusão é vivo e urgente, tanto dentro como fora da Igreja”, disse ele.

Ao sair de suas anotações, o Papa pediu a esses religiosos que “não abandonem a oração”, nem se satisfaçam com a “oração formal”, mas que “rezem de verdade”. Ele recomendou que eles deixassem o Espírito Santo guiá-los “sem estabelecer condições, sem excluir ninguém”.

Tags:
OraçãoPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia