Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 24 Fevereiro |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

4 lições de Maria para colocarmos em prática neste mês de maio

VIRGIN

Shutterstock | Immaculate

Tom Hoopes - publicado em 10/05/23

O mês de maio é como um ícone da vida abundante que Maria ensina

Há muitas razões pelas quais maio é o mês de Maria. Mas, como qualquer mãe, ela não quer apenas nos fazer celebrar – ela quer nos tornar melhores.

Por isso, devemos seguir alguns de seus ensinamentos, sobretudo neste mês de maio. Aqui vão alguns deles.

1Maria nos ensina a Vida Ressuscitada

Se a Quaresma é o tempo para aprender a seguir o Servo sofredor, a Páscoa é o tempo de aprender a seguir o Ressuscitado – e o único mês que está sempre e inteiramente dentro do Tempo Pascal é maio.

Frequentemente, não entendemos o motivo da Paixão, Morte e Ressurreição, como o padre Michael Schmitz apontou recentemente em seu podcast. Jesus não morreu e ressuscitou apenas para perdoar nossos pecados – ele fez isso para nos ensinar como viver a vida que Deus planejou para nós desde o início, a vida que estragamos com o pecado.

Da mesma forma, nosso batismo não é apenas um batismo em sua morte, para aprender a sacrificar e sofrer – é um batismo em sua ressurreição, a fim de “ter vida e vida em abundância”.

A Igreja passa do Angelus à “Regina Caeli” a cada Páscoa para pedir, por meio de Maria, “as alegrias da vida eterna”, porque Maria é a melhor mestra da Vida Ressuscitada, e o mês de maio é como um ícone da vida abundante que ela ensina. Tudo o que era escasso, monótono e nu explode de vida, como deveríamos fazer.

2Maria nos ensina a sermos parceiros do Espírito Santo

Não há ninguém que conheça melhor o Espírito Santo do que a Santíssima Virgem. Seu relacionamento com o Espírito Santo começou antes de ela nascer. Ele continuou em seu ventre, onde Jesus foi “concebido pelo Espírito Santo”. Ela levou o Espírito Santo a Isabel e ao nascituro João Batista. Mais tarde, ela reuniu a Igreja para a primeira efusão do Espírito Santo no Pentecostes.

Ela traz o Espírito Santo para você e para mim também. Maria “é a obra-prima da missão do Filho e do Espírito”, que trabalham sempre juntos.

Portanto, é apropriado que maio, que é quase sempre o mês em que começamos a novena da Quinta-feira da Ascensão antes de Pentecostes, seja dedicado a Maria.

3Maria nos ajuda a renovar a forma como recebemos a Eucaristia

Maria nos prepara para viver a Vida Ressuscitada e nos unirmos ao Espírito Santo. Pode soar abstrato, mas não é. É literalmente verdade, porque recebemos o Cristo Ressuscitado na Eucaristia, dando-nos a sua Vida Ressuscitada por meio do Espírito Santo.

E ninguém sabe receber Jesus Cristo melhor do que Maria. No sexto capítulo de sua encíclica sobre a Eucaristia, São João Paulo II chama Maria de “Mulher da Eucaristia” e recomenda a “Escola de Maria” para quem quer aprender a verdadeira devoção ao Santíssimo Sacramento.

Maio, o mês mais comum para as primeiras comunhões, é um ótimo momento para imitar Maria.

4Maria nos ensina a rezar pelos males do nosso tempo

O Bispo Robert Barron apontou que “Maria é uma rainha guerreira de um exército de anjos” e é “mais poderosa do que qualquer coisa que esteja no mundo ou fora do mundo”.

Isso faz de maio um ótimo mês para rezarmos por vitórias decisivas contra os males únicos de nosso tempo – consumismo e socialismo, pornografia e tráfico humano, terrorismo e autoritarismo .

Uma grande ajuda nesse sentido é a oração do Santo Terço.

Tags:
DevoçãoMariaNossa Senhora
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia