Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 22 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

A fé católica ajuda as mães na criação dos filhos?

Mãe e filhos rezando

FrameStockFootages | Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 11/05/23

Os filhos de uma mãe católica têm ao seu alcance os melhores recursos para crescerem plenos e realizados

A fé católica tem um apreço excelso pela maternidade – tanto que proclama especialíssima reverência à Santíssima Virgem Maria precisamente porque ela foi escolhida por Deus para ser a Sua mãe e aceitou esse chamado, com todas as suas extraordinárias consequências.

A maternidade, dentro da doutrina católica, sempre mereceu grande destaque. É apreciada como uma vocação sublime, que, além de participar do milagre da geração da vida, inclui também o chamado a educar integralmente os filhos, incluindo a dimensão espiritual. Portanto, ser mãe católica é também ser educadora na fé.

A ajuda do Catecismo

Para poderem realizar essa bela missão, as mães católicas contam com a ajuda preciosa do vasto tesouro da Igreja, ricamente detalhado no Catecismo.

De fato, o Catecismo da Igreja Católica é uma fonte extraordinária de recursos educativos para as mães. Ele explica todos os artigos do credo católico e nos introduz na profundidade da oração cristã, mas também oferece orientações muito práticas para o cotidiano: desde a vivência das virtudes até diretrizes para lidarmos com grandes desafios da humanidade, como a defesa dos direitos da pessoa desde a concepção até a morte natural, a justa destinação dos bens materiais e a gestão de situações trágicas como a guerra.

Um tesouro de recursos

Pais católicos que dão muita importância a transmitir a fé aos filhos participam da missa levando as crianças
Família participa da Missa

O tesouro da fé católica também oferece às mães católicas:

  • Os sacramentos, em particular o da Reconciliação com Deus e o da Eucaristia, que é literalmente comunhão de corpo e alma com o próprio Deus feito carne e sangue sob as espécies do pão e do vinho;
  • A oração, com especial incentivo a recorrerem à intercessão de Maria, mãe de Jesus e mãe nossa, particularmente para pedir as graças necessárias para a boa vivência da vocação materna;
  • A leitura da Bíblia, principalmente do Novo Testamento, assim como da amplíssima biblioteca de livros católicos de espiritualidade, fonte de reflexões, meditações e luz para enfrentar os desafios cotidianos da criação dos filhos;
  • O sólido acervo de valores e virtudes cristãs, como as virtudes teologais (fé, esperança e caridade) e as cardeais (prudência, justiça, fortaleza e temperança);
  • Os dons e frutos do Espírito Santo, a serem pedidos em oração e praticados com determinação no dia-a-dia;
  • A valorização da família, considerada como “igreja doméstica” na tradição católica, tendo as mães como pilares;
  • O próprio conceito católico de maternidade, que é sublime em seu propósito transcendente: participar do milagre divino da geração da vida, bem como da missão cristã de conduzir os filhos a Deus.

Em resumo:

A fé católica é fonte abundante de inspiração, orientação e propósito para todas as mães.

Por meio da oração, da boa formação doutrinal, da transmissão de valores e virtudes, do ambiente santo da vida em família e da relação permanente com Deus mediante os sacramentos e os dons e frutos do Espírito Santo, os filhos de uma mãe católica têm ao seu alcance os melhores recursos para crescerem plenos e realizados.

Tags:
DoutrinaEducaçãoFilhosIgrejaMaternidadeVirtudes
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia