Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 01 Março |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Arcebispo de Tóquio é o novo presidente da Caritas Internationalis

PERU

@arzobispadodelima

#image_title

I. Media - publicado em 16/05/23

Seus dois antecessores eram cardeais considerados pesos pesados internacionalmente

O arcebispo Tarcisius Isao Kikuchi, que foi presidente da Caritas Japão por 15 anos, foi eleito presidente da Caritas Internationalis na noite de 13 de maio de 2023, na 22ª Assembleia Geral da confederação católica. Ele sucede o Cardeal Tagle, que renunciou em 22 de novembro de 2022 após uma auditoria altamente crítica dos métodos de gestão da antiga equipe de governo da Caritas Internationalis.

Nascido em Iwate em 1º de novembro de 1958, Tarcisius Isao Kikuchi fez sua profissão religiosa com os Missionários do Verbo Divino em 1985 e foi ordenado sacerdote em 1986. Uma raridade entre os religiosos japoneses, ele serviu como missionário na África, como pároco em uma paróquia rural em Gana por oito anos. Foi nomeado por João Paulo II como bispo de Niigata em 2004 e depois arcebispo de Tóquio pelo Papa Francisco em 2017.

Atualmente, arcebispo da diocese da capital japonesa, presidente da Conferência Episcopal do Japão e secretário-geral da Federação das Conferências Episcopais Asiáticas (FABC), ele foi um dos anfitriões da visita do Papa Francisco ao Japão em 2019.

O bispo Kikuchi não é cardeal, mas é uma figura experiente no episcopado asiático e nas redes da Caritas, onde está envolvido desde 1995 como voluntário em um campo de refugiados em Bukavu, Zaire, atual República Democrática do Congo.

Sua sólida experiência nos órgãos de governo dessa confederação católica o tornou conhecido pelos delegados reunidos para a Assembleia Geral. Ele foi membro sênior da Caritas Japão, atuando como Diretor Executivo de 1999 a 2004 e Presidente de 2007 a 2022. Ele também foi presidente da Caritas Ásia de 2011 a 2019, membro do Comitê Executivo da Caritas Internationalis de 1999 a 2004 e membro do Conselho Representativo de 2011 a 2019.

A sucessão esperada para o Cardeal Tagle

Seus dois antecessores eram cardeais considerados pesos pesados internacionalmente e, particularmente, em seu continente natal: o Cardeal Maradiaga, arcebispo de Tegucigalpa, em Honduras, foi presidente dessa confederação católica de 2007 a 2015. Ele foi sucedido pelo Cardeal Tagle, então Arcebispo de Manila, nas Filipinas, que foi reeleito para esse cargo em 2019.

O cardeal Tagle tornou-se prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos (2019-2022) e, em seguida, pró-prefeito do Dicastério para a Evangelização após a promulgação da nova Constituição Apostólica sobre a Cúria Romana. Ele foi removido da presidência da Caritas Internationalis quando o decreto que pôs fim aos mandatos da equipe de gestão foi anunciado em 22 de novembro de 2022.

Diante dos delegados da Caritas em Roma, o cardeal filipino teve que ler o decreto que encerrava seu próprio mandato, uma “humilhação” e uma “cruz para ele”, de acordo com uma fonte do Vaticano. No entanto, ele esteve envolvido na preparação da Assembleia Geral, juntamente com o leigo italiano Pier Francesco Pinelli, que foi encarregado de redigir os novos estatutos após realizar uma auditoria altamente crítica dos métodos de gestão da equipe de liderança eleita em 2019.

Tags:
CaridadeIgrejaPobreza
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia