Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 25 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Como os jovens católicos podem lidar com o afastamento de amigos e familiares por causa da religião?

Mulher rezando na Igreja simboliza a busca pelo olhar de Jesus

Milkovasa | Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 17/05/23

Apesar do nosso respeito, é possível que algumas pessoas optem por afastar-se

Para os jovens católicos que procuram viver a fé de maneira autêntica, um dos mais dolorosos desafios pode ser o afastamento de amigos e familiares que não são religiosos ou que seguem outras religiões. Apesar de ser certamente um desafio, é possível, porém, manter um relacionamento saudável e respeitoso com as pessoas que têm perspectivas religiosas diferentes.

É importante lembrar, em primeiro lugar, que o respeito mútuo é essencial em qualquer tipo de relacionamento. Assim como os jovens católicos esperam o respeito dos outros no tocante à sua fé, eles mesmos devem ser respeitosos com as crenças alheias. De fato, as diferenças religiosas não devem ser um impedimento para a amizade ou, pelo menos, para o convívio pacífico entre as pessoas.

Mesmo assim, apesar do nosso respeito, é possível que algumas pessoas optem por afastar-se.

Diálogo

A melhor maneira de lidar com esse afastamento é manter-se aberto ao diálogo e, ativamente, promovê-lo mesmo quando a outra pessoa se mostra fechada. Dispor-se a conversar abertamente sobre as próprias crenças e valores sempre ajuda não apenas a esclarecer aos outros as posições pessoais, como também a entender melhor as perspectivas deles.

Confiança em Deus

A fé, afinal, é uma jornada pessoal: cada indivíduo tem a sua própria relação com Deus. Por isso mesmo, cada um pode compartilhar a sua fé sem impô-la aos outros. No fim das contas, quem converte o coração é sempre Deus: pretender “converter” alguém de modo proselitista acaba sendo uma mostra de pouca fé na ação de Deus na alma dos Seus filhos. Mais vale dar o exemplo e deixar que a consciência de cada um responda ao que Deus lhe inspira.

Oração

Esta certeza de que Deus age também nos leva a outro aspecto essencial para quem quer lidar melhor com o afastamento de outras pessoas em decorrência de discordâncias religiosas: a oração. Rezar pelos outros e por si mesmo, pedindo luz e graça, é fundamental quando se quer viver a fé com coerência.

Conexão com outros jovens católicos

Outra forma importante de lidar com o afastamento de alguns é buscar conectar-se ainda mais com outros jovens católicos. Participar de grupos de jovens, se possível na própria paróquia, pode ser uma excelente maneira de conhecer outras pessoas que vivem a mesma fé e valores. Se o testemunho de um indivíduo é poderoso, o de uma comunidade sólida é comparativamente ainda mais impactante.

A internet também oferece opções qualificadas para a conexão e o compartilhamento entre jovens católicos, tomando-se os cuidados necessários para o ambiente virtual não tome o espaço da convivência real.

Por fim, vale lembrar que, justamente por ser uma jornada pessoal, a vida de fé pode ter altos e baixos. É muito saudável contar sempre com uma boa rede de amigos e familiares que compartilhem com maturidade e liberdade a força da sua fé.

Tags:
ConversãoJovensReligião
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia