Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 21 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Por que o Pai-Nosso católico é mais curto que o dos protestantes?

Bíblia

Brian A Jackson | Shutterstock

Philip Kosloski - publicado em 18/05/23

A maioria dos protestantes costuma acrescentar uma frase ao final da oração

Quando católicos e protestantes se reúnem para rezar o Pai-Nosso, costumam acontecer um “momento estranho” no final da oração. Os católicos normalmente param, enquanto os protestantes acrescentam uma frase.

Mas por quê?

A oração do Pai-Nosso foi ensinada por Jesus aos Seus apóstolos e, posteriormente, registrada nos Evangelhos. A versão escrita no Evangelho de Mateus é aquela com que a maioria dos cristãos está familiarizada:

PAI NOS­SO, que estais no céu,
santificado seja o vosso nome;
venha a nós o vosso Reino;
seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje;
perdoai-nos as nossas ofensas,
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido;
e não nos deixeis cair em tentação,
mas livrai-nos do mal.

(Mateus 6,9-13).

No entanto, muitos protestantes acrescentam a seguinte frase ao final do Pai-Nosso:

Pois vosso é o reino, o poder e a glória para sempre.

Doxologia

A resposta curta é que esta última frase é encontrada em alguns textos gregos antigos, mas não em todos. A versão tradicional do Pai-Nosso foi adotada por nós na liturgia e permaneceu inalterada ao longo de muitos séculos. Depois que a Igreja da Inglaterra se separou da Igreja Católica, os anglicanos adotaram a “doxologia” e a tornaram parte da sua recitação do Pai-Nosso.

A Enciclopédia Católica explica que a doxologia que aparece no “textus receptus” grego e foi adotada nas edições posteriores do Livro de Oração Comum “é, sem dúvida, uma interpolação”.

O pe. William Saunders confirma esta mudança num artigo que escreveu para o Arlington Catholic Herald: “Durante o reinado de Elizabeth I e um esforço para livrar a Igreja da Inglaterra de quaisquer vestígios católicos, a Oração do Senhor foi alterada para incluir a doxologia, e esta versão tornou-se o padrão para os protestantes de língua inglesa”.

Após o Concílio Vaticano II, a doxologia foi adicionada à Missa Católica Romana, embora não diretamente após o Pai-Nosso, observando que, embora seja encontrada em alguns textos gregos antigos, não é encontrada nas versões mais antigas dos Evangelhos.

Tags:
BíbliaHistória da IgrejaLiturgiaOração
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia