Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 21 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Santa Sé reconhece virtudes heroicas de Madre Tereza do Coração de Maria

Madre Tereza do Coração de Maria

Facebook / Carmelo São José

Reportagem local - publicado em 22/05/23

A brasileira foi uma das fundadoras do carmelo de Três Pontas, em Minas Gerais

Depois da autorização do Papa Francisco, o Dicastério para a Causa dos Santos promulgou o decreto de reconhecimento das virtudes heroicas de Madre Tereza do Coração de Maria. O anúncio aconteceu no sábado, 20 de maio de 2023. Com isso, Madre Tereza passa a ser declarada venerável.

Além do reconhecimento das virtudes de Madre Tereza, foram promulgados os decretos de reconhecimento do martírio do padre italiano Giuseppe Beotti e das virtudes heroicas do seminarista brasileiro Guido Schaffer, do padre camaronês Simon Mpeke, do padre espanhol Pedro de la Virgen del Carmen, da religiosa italiana Edda Roda, do catequista italiano Arnaldo Canepa e dasjovens italianas Mria Cristina Ogier e Lorena D’Alessandro.

“O carmelo todo está em festa. O reconhecimento das virtudes de Nossa Mãe pela Igreja é um incentivo para nós também, para buscarmos cada vez mais a santidade e, ao mesmo tempo, uma grande responsabilidade para nós que convivemos com ela”, declarou a Ir. Maria Elizabete da Trindade, vice-priora do Carmelo São José, em Três Pontas, do qual Madre Tereza do Coração de Maria foi fundadora.

Quem foi Madre Tereza do Coração de Maria

Madre Tereza do Coração de Maria nasceu em 24 de dezembro de 1915, em Borda da Mata, MG.

Depois de ouvir o chamado de Deus, entrou para o carmelo de Mogi das Cruzes, SP, em 29 de maio de 1937.

A religiosa foi indicada para fundar o carmelo em Três Pontas, na diocese de Campanha (MG).  “Juntamente com sete irmãs, aos 16 de julho de 1962, Solenidade de Nossa Senhora do Carmo e 400 anos da fundação do 1º Carmelo São José, em Ávila, por Santa Teresa. As irmãs chegaram em Três Pontas para começar a vida monástica no mosteiro novo”. A religiosa foi priora, sub-priora e mestra de noviças.

Com idade avançada e pouca saúde, “lutou sempre para realizar todos os seus compromissos de carmelita. Um número cada vez maior de pessoas a procuravam para pedir um conselho e direção espiritual. Sua fraqueza ia aumentando, manifestando-se os primeiros sintomas da doença que a levou a um lento calvário de sofrimento até à morte”.

Madre Tereza Margarida do Coração de Maria partiu para a Casa do Pai em 14 de novembro de 2005. Por causa da fama de santidade e pelas inúmeras graças alcançadas por sua intercessão, o bispo de Diamantina, dom Diamantino Prata de Carvalho, fez o pedido para abertura do processo de beatificação da religiosa, o que aconteceu em março de 2012.

Fonte: www.beatificacaonossamae.com.br

Tags:
BrasilSantosVaticano
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia