Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Fátima: o santuário mariano preferido dos Papas?

notre-dame-fatima3

Shutterstock

#image_title

Anna Kurian - publicado em 26/05/23

João Paulo II, por exemplo, visitou o santuário português três vezes

“Mesmo que eu tenha que ir em uma cadeira de rodas, mesmo assim eu vou”, disse o Papa Francisco aos organizadores da Jornada Mundial da Juventude, segundo o Bispo de Leiria-Fátima, Dom José Ornelas Carvalho. Dadas as dificuldades de mobilidade do Papa, de 86 anos, a viagem de Lisboa, onde acontecerá JMJ, até Fátima — cerca de 130 quilômetros — poderá ser feita de helicóptero, disse o bispo. A Santa Sé ainda não confirmou esta proposta.

Esta será a segunda visita do Papa Francisco ao santuário mariano português desde a sua eleição. A ocasião anterior foi a sua viagem apostólica de 12 a 13 de maio de 2017, para participar do centenário das aparições da Virgem Maria aos três pastorinhos: Lúcia Santos e Francisco e Jacinta Marto, e para canonizar os dois últimos.

EN_01353673_1671.jpg
Papa Francisco no Santuário de Fátima, em 2017.

De fato, o pontífice argentino criou um vínculo especial com Fátima. A seu pedido, no dia 13 de maio de 2013, o então Patriarca de Lisboa, Cardeal José Policarpo, presidiu ali uma consagração pontifícia à Virgem Maria. Depois, em 25 de abril de 2018, durante uma audiência geral, Francisco abençoou e coroou uma imagem da Virgem de Fátima destinada a uma paróquia italiana.

Um mês após o início da guerra na Ucrânia, Francisco decidiu consagrar a Rússia e a Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria – seguindo o “segundo segredo” de Fátima – durante uma celebração penitencial em 25 de março de 2022, na Basílica de São Pedro. A mesma consagração foi realizada simultaneamente no Santuário de Fátima.

Papas visitam Fátima 

Antes de Francisco, três pontífices visitaram a Cova da Iria. O primeiro foi Paulo VI, que esteve no local em 13 de maio de 1967, para marcar o 50.º aniversário das aparições. Ele presenteou Nossa Senhora do Rosário com uma rosa de ouro.

Já João Paulo II visitou Fátima três vezes (1982, 1991 e 2000). Ele teve um interesse especial no santuário português depois de escapar de uma tentativa de assassinato na Praça de São Pedro em 13 de maio de 1981, dia da festa de Nossa Senhora de Fátima.

O papa polonês, impressionado com a coincidência de datas, viu nisso um sinal de que a Virgem Maria havia desviado a bala fatal disparada por um assassino de aluguel. No ano seguinte, em 13 de maio de 1982, visitou pessoalmente Fátima para expressar sua gratidão à Mãe de Deus. João Paulo II voltou nove anos depois, em 12 e 13 de maio de 1991; depois, nos dias 12 e 13 de maio de 2000.

WEB3-LUCIA-SAINT-POPE-JOHN-PAUL-043_LUS_SAPA990628691360-Joao-Paulo-Trindade-LUSA-AFP
Papa João Paulo II com Irmã Lúcia. Fátima, 13 de maio de 1991.

Finalmente, o seu sucessor Bento XVI visitou Fátima em maio de 2010, por ocasião do 10º aniversário da beatificação dos pastorinhos. Mas, mesmo antes de sua eleição, o então Cardeal Joseph Ratzinger, Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, foi incumbido pelo Papa João Paulo II de tornar público o terceiro e último segredo das aparições de Fátima por ocasião da Grande Jubileu do Ano 2000.

Clique na galeria abaixo para conhecer um pouco mais do Santuário de Fátima!

Tags:
FátimaNossa Senhora
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia