Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 22 Abril |
Aleteia logo
Cultura & Viagem
separateurCreated with Sketch.

Oficina de fabricação de seda que produz vestimentas para papas completa 3 séculos

Silk Cocoon

New Africa | Shutterstock

#image_title

V. M. Traverso - publicado em 29/05/23

Um negócio que mantém viva uma antiga tradição

Vivemos na era da moda rápida. As pessoas podem comprar roupas baratas que, geralmente, não duram mais do que uma estação. No entanto, mesmo no mundo de hoje, ainda existem organizações que mantêm viva uma maneira diferente de fazer as coisas.

A Antico Opificio Serico, sediada em Caserta, na Itália, tem confeccionado roupas de seda para membros da realeza, intelectuais e para os Papas nos últimos 300 anos.

As origens da empresa remontam a 1789, quando Francesco De Negri, artesão têxtil de Gênova, no norte da Itália, juntou-se à Royal Silk Colyn, uma empresa de seda fundada perto do Palácio Real de Caserta pelo Rei Ferdinand IV da família real Bourbon, que governou partes do sul da Itália entre os séculos XVIII e XIX.

De Negri passou seu domínio da fabricação de seda para seu filho e seu neto, Leopoldo De Negri, que, em 1895, abriu sua própria loja de seda familiar em Caserta. A Antico Opificio Serico, fundada pelos De Negri, está em funcionamento há 125 anos.

A fabricação da seda

A fabricação de seda originária da China é uma arte complexa e elaborada. As fibras são produzidas pelos bichos-da-seda durante a transformação em mariposa. Nesse processo metamórfico, eles criam um casulo macio feito de tecido de seda e outros materiais.

Os fabricantes de seda colhem as fibras do casulo, colocam-nas de molho em água quente e mexem, até que o casulo se desfaça. Dessa forma, as fibras se transformam em longos filamentos, que podem ser usados para criar o renomado tecido macio.

Após esse processo, o tecido de seda crua é transformado em fios usados para tecelagem ou tricô. Os fabricantes de seda podem ainda criar diferentes tipos de tecidos derivados, incluindo o crepe e a organza – posteriormente usados para fazer vestidos, lenços, camisas ou lençóis.

Silk Moth Cocoon
Parte do processo de fabricação da seda.

É preciso uma equipe de trabalhadores experientes e treinados para confeccionar uma bela peça de seda, e a empresa da família De Negri emprega os mais habilidosos profissionais da área há gerações.

Atualmente, a empresa emprega cerca de 15 trabalhadores altamente competentes que foram treinados na antiga arte da confecção de seda, que está desaparecendo lentamente.

A seda na Igreja

A Igreja Católica considerou a seda como um dos materiais mais adequados para a confecção de vestimentas litúrgicas devido ao valor indiscutível desse tecido raro. O Papa sempre usa vestimentas desse tecido. Os cardeais usam o tecido principalmente no verão.

Em sua história secular, o Antico Opificio Serico tem confeccionado roupas de seda para o Vaticano, a família real do Reino Unido e a Casa Branca, entre outros. As vestimentas papais recentes incluem peças litúrgicas para Bento XVI e para João Paulo II, que foram usadas no Jubileu do ano 2000.

Em 2013, a longa história da família De Negri foi colocada em risco, pois os proprietários da fábrica têxtil onde a empresa estava sediada há séculos decidiram aumentar o aluguel e efetivamente expulsaram a empresa histórica do local. Mas, em parte graças ao apoio da população local que considera o Antico Opificio Serico uma instituição amada, a empresa conseguiu encontrar um novo lar para sua produção e ainda está em atividade após 125 anos.

Tags:
História
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia