Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 20 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa pede aos religiosos que “corram como loucos”

Pope Francis delivers the Regina Coeli prayer on May 28, 2023 from the window of the apostolic palace

Antoine Mekary | ALETEIA

#image_title

I. Media - publicado em 30/05/23

O Papa Francisco os encorajou particularmente a proclamar Cristo com a convicção de que "a vida não é a mesma com ou sem o Senhor"

“Corram como loucos”, mas não “sejam loucos que correm, o que é outra coisa”. Essa foi a exortação do Papa Francisco aos Clérigos Regulares de São Paulo – ou Barnabitas – que ele recebeu no Vaticano em 29 de maio de 2023, por ocasião do 125º aniversário da canonização de seu fundador, Santo Antônio Maria Zaccaria (1502-1539).

A esses religiosos, que atualmente estão preparando dois Capítulos Gerais, o Papa deu uma palavra de ordem, citando seu fundador: “Vocês devem correr como loucos! Corram para Deus e para os outros”.

Ele os encorajou particularmente a proclamar Cristo, com a convicção de que “a vida não é a mesma com ou sem o Senhor”. Para o Papa, um cristão que não evangeliza é “como um atleta que continua a se preparar para a grande corrida de sua vida sem nunca dar a largada: mais cedo ou mais tarde ele acaba deprimido”. Ele advertiu essas pessoas consagradas contra a “tristeza”, pedindo-lhes que procurem ajuda para “sair dela” quando ela ocorrer.

O pontífice de 86 anos também pediu que a proclamação missionária não fosse “proselitista”. Ele contou “uma experiência ruim” durante uma reunião com jovens: “Saí da sacristia e havia uma senhora muito elegante e rica com um rapaz e uma moça. Essa senhora, que falava espanhol, me disse: ‘Padre, estou feliz porque converti esses dois’. Eu fiquei chateado, sabe?, e disse: ‘Não converteste nada, faltaste com o respeito com essa gente: não os acompanhou, fez proselitismo e isso não é evangelizar'”.

O Papa pediu aos barnabitas que não ficassem “sentados em um sofá”, mas que saíssem “com uma mochila leve e um olhar cheio de caridade”. E a encontrar “novas formas de apostolado”, porque o mundo precisa de “mentes flexíveis e abertas, de caminhos de busca compartilhados”, concluiu.

Hoje, os Barnabitas, que têm um ramo masculino, um ramo feminino e um ramo leigo, são 350, espalhados pela Europa, Ásia, África e América. Eles são particularmente dedicados à educação.

Tags:
IgrejaJovensPapa FranciscoReligiosos
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia