Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 15 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Como a Bíblia ensinou uma plataforma de inteligência artificial a falar mais de 1000 idiomas

Terço sobre a Bíblia Sagrada

Brenda Rocha - Blossom | Shutterstock

Ricardo Sanches - publicado em 01/06/23

Outros textos religiosos também foram utilizados para treinar a inteligência artificial da empresa dona do Facebook

A Meta, proprietária do Facebook, Instagram e WhatsApp, anunciou que utilizou a Bíblia como “professora” para ensinar sua plataforma de inteligência artificial a aprender mais de 1000 línguas.

O objetivo do modelo de inteligência artificial da Meta é converter texto em fala e reproduzir mais de 4000 idiomas. Por isso, a controladora do Facebook recorreu à ajuda da Bíblia, já que, de acordo com a federação das Sociedades Bíblicas Unidas (United Bible Societies), 3.610 línguas contam hoje com a tradução de pelo menos um livro da Bíblia.

Outros textos religiosos, além da Bíblia, também foram utilizados para treinar a inteligência artificial. “Coletar dados de áudio para milhares de idiomas foi nosso primeiro desafio, pois os maiores conjuntos de dados de fala existentes cobrem no máximo 100 idiomas. Para superar isso, recorremos a textos religiosos, como a Bíblia, que foram traduzidos em muitos idiomas diferentes e cujas traduções foram amplamente estudadas para pesquisas de tradução de idiomas baseados em texto”, afirmou a Meta em seu site.

De acordo com a empresa, já foi criado um conjunto de dados de leituras do Novo Testamento em mais de 1.100 idiomas, o que forneceu, em média, 32 horas de dados por idioma.

Preservar idiomas

O modelo de inteligência artificial da Meta pretende preservar idiomas que estão em desuso. “Muitas línguas do mundo correm risco de desaparecer, e as limitações do reconhecimento de fala atual e da tecnologia só irão acelerar essa tendência. Queremos tornar mais fácil para as pessoas acessar informações e usar dispositivos em seu idioma preferido”, explica a companhia.

A companhia, entretanto, faz um adendo: “Embora o conteúdo das gravações de áudio seja religioso, nossa análise mostra que isso não influencia o modelo a produzir uma linguagem mais religiosa.”

Além disso, a maioria das gravações obtidas por aplicativos tem voz masculina, mas a Meta afirmou que é possível transformá-los em vozes femininas.

As traduções da Bíblia

Segundo a federação das Sociedades Bíblicas Unidas, a tradução completa de todos os livros da Sagrada Escritura está disponível atualmente em 733 línguas.

Dados apresentados em um relatório anual da federação dão conta que, em 2022, foram concluídos projetos iniciais de tradução das Sagradas Escrituras para 57 idiomas, sendo que em 14 deles se trata da Bíblia completa. Em 2021, tinham sido concluídas as traduções da Bíblia para 81 idiomas.

Até 2038, a federação mundial das Sociedades Bíblicas pretende estender a tradução da Sagrada Escritura para outras 1.200 línguas.

Tags:
Bíbliatecnologia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia