Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 17 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa Francisco: lutem contra o “declínio da família”

Pope-Francis-Audience-February-15-2023

Antoine Mekary | ALETEIA

I. Media - publicado em 02/06/23

O Papa afirma que "a maioria dos sonhos de Deus para a comunidade humana é realizada na família"

O Papa Francisco nos exorta a não nos conformarmos com o “declínio” da família, em uma mensagem escrita para marcar o lançamento do Pacto Global da Família no Vaticano em 30 de maio de 2023. Essa iniciativa do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida e da Pontifícia Academia de Ciências Sociais, apresentada em Roma, é um vasto programa de ações sociais e educacionais destinadas a apoiar as famílias diante dos principais desafios que elas enfrentam hoje.

Este Pacto Familiar Global, um documento de 53 páginas publicado em italiano, inglês e espanhol, tem duas fontes de inspiração: em termos de forma, é amplamente inspirado no Pacto Educacional Global apresentado em 2020 pela então Congregação para a Educação Católica. Em termos de conteúdo, está enraizado no ano de reflexão dedicado em 2021 à exortação apostólica Amoris laetitia (2016), o texto-chave do Papa Francisco sobre a família, e na Doutrina Social da Igreja. Ele foi produzido em cooperação com cerca de trinta universidades católicas com centros de pesquisa sobre a família.

Sonhos de Deus

Em sua mensagem, que serve de prefácio ao Pacto Familiar Global, o Papa afirma que “a maioria dos sonhos de Deus para a comunidade humana é realizada na família”. Portanto, ele nos exorta a não “nos resignarmos ao seu declínio em nome da incerteza, do individualismo e do consumismo, que preveem um futuro composto de indivíduos que pensam apenas em si mesmos”.

O Papa Francisco nos lembra que a família nasce da “aliança insubstituível e indissolúvel entre o homem e a mulher” e que as boas relações familiares representam “um tesouro insubstituível não só para os cônjuges e os filhos, mas para toda a comunidade eclesial e civil”.

Nestes tempos de “incerteza e falta de esperança”, ele observa que “muitos jovens estão se afastando do casamento em favor de formas mais instáveis e informais de relacionamento afetivo”. O Papa, portanto, pediu que ajudássemos as novas gerações a “apreciar o matrimônio, a vida familiar com seus recursos e desafios, a beleza de gerar e preservar a vida humana”.

Os principais desafios que a família enfrenta hoje

O Pacto Familiar Global está dividido em quatro linhas de ação: a primeira se concentra na qualidade dos relacionamentos familiares – o casal, o casamento, a vida acolhedora, os relacionamentos de longo prazo e a rejeição da violência doméstica.

A segunda se concentra na promoção da família como um sujeito social – solidariedade familiar, a família como um lugar para descobrir a fé e o bem comum, associações familiares e discurso público sobre a família.

O terceiro eixo trata das questões políticas e sociais ligadas à família – políticas públicas familiares, a família no sistema econômico, subsidiariedade e as questões de emprego e pobreza na família.

O quarto e último tema descreve a família como um desafio para a sociedade como um todo: universidades, política, empresas, associações e a mídia.

No documento, cada tema é apresentado começando com os desafios atuais, seguido de sugestões gerais e, depois, propostas específicas para ações concretas. Por fim, são apresentadas diretrizes para o mundo acadêmico.

Em uma coletiva de imprensa para apresentar o Pacto Familiar Global, o Cardeal Kevin Farrell, Prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, explicou que o texto era uma resposta à “fragilidade dos laços familiares e à dificuldade de perceber o valor inviolável de toda a vida humana” na sociedade atual.

Tags:
FamíliaPapa FranciscoSociedade
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia