Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 20 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Padre Zollner falará a diplomatas sobre luta da Igreja contra abusos

May 03 2023 - Pope Francis during his weekly general audience in Saint Peter's square at the Vatican

Antoine Mekary | ALETEIA

#image_title

I. Media - publicado em 07/06/23

Desta vez, a reunião no Vaticano incluirá três apresentações de especialistas

A Secretaria de Estado realiza um encontro para o corpo diplomático nesta quarta-feira no Vaticano sobre o Motu proprio Vos estis lux mundi – a lei para combater o abuso de menores na Igreja que o Papa Francisco promulgou em 2019 -, segundo I.MEDIA soube de várias fontes diplomáticas. Entre os palestrantes estará o padre Hans Zollner, que recentemente criticou muito o trabalho realizado pela comissão encarregada no Vaticano de combater os abusos.

Realizada no Palácio Apostólico no final da tarde, a reunião será presidida pelo vice-secretário de Estado, Dom Edgar Peña Parra. Esse formato de reuniões para o corpo diplomático acreditado junto à Santa Sé vem sendo organizado pela Secretaria de Estado há algum tempo, a fim de comunicar aspectos importantes do trabalho da Santa Sé. A reunião é sempre seguida por uma sessão de perguntas e respostas “muito valiosa”, diz um diplomata.

Especialistas

Desta vez, a reunião incluirá três apresentações de especialistas: os diplomatas ouvirão o canonista Mons. Filippo Iannone, Prefeito do Dicastério para os Textos Legislativos, e o jurista Carlo Maria Marenghi, Chefe da Seção Jurídica da Secretaria de Estado. Por fim, a Secretaria de Estado decidiu convidar o Padre Hans Zollner, Presidente do Centro de Proteção à Criança da Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma. A escolha do jesuíta alemão não é insignificante: nas últimas semanas, ele tem sido altamente crítico em relação à maneira como a Santa Sé está combatendo o problema dos abusos.

Em 29 de março deste ano, o padre anunciou sua renúncia da Pontifícia Comissão para a Proteção de Menores, da qual era membro. Ele justificou sua renúncia atacando duramente o funcionamento e o trabalho da instituição vaticana criada em 2014 e que deveria assessorar o papa na luta contra os abusos. O cardeal Sean O’Malley, conselheiro próximo do papa e presidente da Pontifícia Comissão para a Proteção de Menores, rejeitou veementemente as críticas do padre e lamentou seu comportamento.

De acordo com uma fonte diplomática, a presença do Padre Zollner no evento pode ser vista como uma forma de aliviar essas tensões e evitar gerar “mais escândalo ou desconfiança do que já existe”.

Tags:
Abusos SexuaisIgrejaVaticano
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia