Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Abril |
Aleteia logo
Cultura & Viagem
separateurCreated with Sketch.

Tradição e fé: a origem da romaria dos carros de boi de Trindade

Desfile de carros de boi em Trindade, GO

Cinthia_MSPeixoto | Shutterstock

Ricardo Sanches - publicado em 28/06/23

O tradicional desfile dos carros de boi no centro-oeste do Brasil faz parte de uma devoção de quase 200 anos em honra ao Divino Pai Eterno

Todo fim do mês de junho e início de julho, a cidade de Trindade, em Goiás, se transforma na capital brasileira da fé. Devotos do Divino Pai Eterno de todo o país se reúnem no município para a renovar a fé na Santíssima Trindade.

Só neste ano de 2023, 3 milhões de pessoas devem participar da Festa do Divino Pai Eterno, que conta com intensa programação religiosa. Muitos devotos caminham cerca de 20 quilômetros em peregrinação da capital goiana até o Santuário de Trindade. Mas o ponto alto da festa é o desfile de carros de boi.

A tradição dos carros de boi

O desfile dos carros de boi é uma tradição de quase dois séculos, que foi declarada como patrimônio cultural imaterial do Brasil em 2017. O costume está ligado ao início da devoção ao Divino Pai Eterno na região de Trindade, em 1840, quando um casal encontrou um medalhão dito milagroso com a imagem do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Desde então, milhares pessoas começaram a peregrinar até a região. Os carros de boi eram o principal meio de transporte das famílias da zona rural. Por isso, muitos utilizavam esse recurso para visitar o medalhão do Pai Eterno.

O costume foi passando de geração em geração. Hoje, nos dias da festa, cerca de 350 devotos fazem questão de manter a tradição. Eles saem em romaria de várias partes do Brasil com destino a Trindade, onde rendem graças e pagam promessas. Para alguns deles, a viagem nos carros de boi chega a durar até dez dias.

No dia do desfile, o carreiros, como são chamados aqueles que conduzem os carros de boi, participam de uma apresentação no Carreiródromo. Na praça da Matriz da cidade, recebem as bênçãos dos sacerdotes.

Os organizadores da romaria oferecem também uma estrutura especial para alimentação e cuidados especiais com os animais e com os carreiros.

Só no Brasil

Os pesquisadores espanhóis Xabier Erkizia e Luca Rollo estiveram presentes na romaria dos carros de boi de 2018. Eles garantiram que Brasil é o único país em que a tradição se mantém viva. A dupla estudou a origem do costume e como o característico som emitido pelo veículo funcionava como uma forma de comunicação nas civilizações da Idade Média. “Nós descobrimos que os sons dos carros de boi estão entre os sons mais antigos da humanidade”, explicou Xabier na época.

Os estudiosos chegaram até o desfile tradicional de Trindade após pesquisar sobre os carros de boi em várias cidades do mundo. “Na Europa, só encontramos carros cenográficos que não podiam se mover. Depois, seguimos os rastros das origens dos carros: China, Índia, Oriente Médio, Egito, Roma Antiga, País Basco, Norte de Portugal até chegar ao Brasil”, afirmou Xabier.

“Há registros sobre este som específico há 6 mil anos. Aqui, vamos fazer a captação do áudio de um meio de transporte passado de geração em geração por todo o mundo”, concluiu o pesquisador.

Em 2023, o desfile dos carros de boi de Trindade acontece no dia 29 de junho. O encerramento da Festa do Divino Pai Eterno será no dia 2 de julho com uma procissão luminosa.

Clique na galeria abaixo para conferir fotos de desfiles de carreiros realizados em anos anteriores.

Tags:
BrasilDevoção
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia