Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 22 Setembro |
São Maurício, Exupério, Cândido, Vitor e companheiros
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Cadela-guia ajuda mulher autista a dar à luz com segurança

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Happy black dog on grass

Nikola Cedikova | Shutterstock

#image_title

Cerith Gardiner - publicado em 05/07/23

Pela primeira vez em um hospital britânico, uma Staffordshire Bull Terrier teve permissão especial para ajudar sua tutora

A gravidez e o parto podem ser momentos estressantes na vida de qualquer mulher – e também para os pais, à sua maneira! No entanto, para as mulheres que vivem com condições especiais, como o autismo ou a ansiedade, todo o processo pode ser particularmente assustador.

Então, foi animador ver que o Milton Keynes University Hospital, na Inglaterra, fez de tudo para ajudar Amee Tomkin, de 33 anos, quando ela deu à luz.

Tomkin, que tem autismo e tem que lidar com ansiedade e ataques de pânico, pôde levar sua cadela-guia, Belle, para as consultas no hospital e para a ala de parto enquanto ela se preparava para dar à luz o seu filho Olly, em abril de 2023.

A cadela da raça Staffordshire Bull Terrier provou ser indispensável para Tomkin desde que elas se conheceram. Ela permitiu que Tomkin, que também sofre de TOC, saísse de casa, como a tutora explicou ao Birmingham Live:

“Belle consegue detectar sintomas de um ataque de pânico e faz coisas como me ajudar a encontrar saídas em lugares lotados se sentir que estou ansiosa. Ela aperta botões nos elevadores e até segura meu cartão de débito contra a máquina para pagar as coisas quando estamos fazendo compras.”

Tomkin acrescentou: “Basicamente, sem ela, eu ficaria dentro de casa o dia todo e todos os dias”.

Felizmente, suas parteiras perceberam o quanto Tomkin precisava de sua amiga de quatro patas. Elas organizaram tudo para que a futura mamãe tivesse Belle ao seu lado durante a maior parte de sua internação.

Um tempo de teste para a mamãe e Belle

A equipe médica concordou que Tomkin deveria fazer uma cesariana para dar à luz seu filho, pois ela estaria mais preparada com o que esperar no dia do parto. E a única vez que Belle não estaria com ela seria quando sua tutora estivesse no centro cirúrgico.

A equipe fez esforços extras para garantir que a ala de parto fosse mantida o mais estéril possível. 

Belle teve que passar por alguns testes rigorosos para ter certeza de que estaria pronta para o trabalho de parteira canina. A cadela não apenas teve que provar que podia lidar com a agitação da enfermaria, mas também teve que mostrar que conseguiria suportar ver sua tutora sofrendo.

E no grande dia, Belle passou no teste com distinção.

“Belle estava esperando pacientemente no quarto do hospital quando fui ter meu bebê. E quando fui levada de volta, ela foi a primeira a conhecer Olly – eu não poderia ter feito isso sem ela”, compartilhou a mãe de primeira viagem, que acrescentou: “Assim que ela viu Olly, ela o cheirou gentilmente e deu uma pequena lambida em seu rosto para recebê-lo. Desde então, ela nunca mais saiu do lado dele.”

A história mostra como os profissionais médicos foram compassivos em ajudar Tomkin, mas também nos lembra como todas as criaturas de Deus devem ser apreciadas pelas maravilhas que são.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
autismoCriaçãoGravidez
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia