Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 22 Abril |
Aleteia logo
Cultura & Viagem
separateurCreated with Sketch.

Gerasa, o lugar onde Jesus realizou o “milagre dos porcos”

Jesus exorciza o endemoniado geraseno

Distant Shores Media/Sweet Publishing, CC BY-SA 3.0, através da wiki Wikimedia Commons

Jesus exorciza o endemoniado geraseno

Primeros Cristianos - publicado em 06/07/23

Pesquisadores teriam identificado o local deste episódio, um dos mais extraordinários do Novo Testamento

O Novo Testamento registra a visita de Jesus à região ao nordeste do Mar da Galileia, onde se localizava um assentamento judaico. Lá, Ele encontrou um homem endemoninhado e o exorcizou. Para curá-lo, expulsou os demônios que, em seguida, se transferiram para uma manada de porcos e os fizeram lançar-se ao abismo.

O episódio conhecido como o “milagre dos porcos” aconteceu em Kursi, na terra dos gadarenos, ou gerasenos, situada na parte sul das colinas de Golã, segundo afirmações de Haim Cohen, pesquisador da Universidade de Haifa, ao jornal britânico Daily Mail.

“A presença de um assentamento hebraico perto da costa oriental do Mar da Galileia é um fenômeno muito estranho”, considera o pesquisador. Ele observa que uma laje de 1,40 metros por 70 centímetros, encontrada no lago conhecido como Mar da Galileia, esclareceria o assunto: há em sua superfície uma inscrição hebraica na qual os especialistas conseguiram identificar as palavras “amém” e “marmaria”, que pode referir-se tanto a “Maria” quanto a “mármore” ou “rabino”.

Segundo outro pesquisador consultado, o professor Mihal Artzi, o texto “consiste em oito linhas”, e, geralmente, “não são encontradas tantas palavras em letras hebraicas esculpidas em pedra. A suposição é que a pessoa a quem a inscrição foi dedicada teve uma enorme influência na população local”.

A existência de um assentamento judaico naquela região começou a ser conhecida na década de 1960, quando arqueólogos encontraram partes de um píer debaixo d’água. No entanto, a sua presença só teria sido confirmada, entre 2015 e 2016, com a descoberta da laje de 1.500 anos encontrada dentro de um edifício que teria funcionado como sinagoga.

A descoberta foi possível graças a uma redução do nível da água, que permitiu aos pesquisadores continuar as escavações e descobrir que o píer encontrado há algumas décadas era muito maior do que se pensava. Procurando na Bíblia a indicação de lugares semelhantes, eles concluíram que o local onde trabalharam é de fato Kursi, na terra dos gadarenos, onde Jesus realizou o célebre exorcismo.

Tags:
BíbliaDemônioJesusMilagre
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia