Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 17 Abril |
Aleteia logo
Cultura & Viagem
separateurCreated with Sketch.

A versão grega do pão de Santo Antônio

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Fanouropita

David Pimborough | Shutterstock

Daniel R. Esparza - publicado em 26/07/23

O bolo é uma homenagem a um santo conhecido entre os cristãos gregos como o padroeiro das coisas perdidas

A fanouropita é um bolo tradicional grego que ocupa um lugar significativo na cultura religiosa e no folclore da Grécia. O nome lembra São Fanourios, o santo ortodoxo grego que intercede em nome daqueles que perderam algo ou estão procurando por alguma coisa em suas vidas. O verbo phainein, ao qual está associado o nome Fanourios, significa “aparecer” ou “brilhar”.

O bolo é preparado e oferecido como um gesto simbólico ao santo, bem como um meio de pedir a ajuda dele. É tipicamente feito com ingredientes simples – farinha, açúcar, azeite, algumas especiarias como canela e cravo, nozes e passas. Alguns afirmam que sua forma redonda aponta para a busca contínua por coisas perdidas que é parte constitutiva da vida. 

Algumas pessoas, inclusive, o assam com uma moeda ou bugiganga escondida dentro, representando o item perdido ou objetivo que se espera encontrar. Isso adiciona um elemento divertido de surpresa ao bolo, pois acredita-se que a pessoa que encontra o objeto escondido recebe as bênçãos e a intercessão de São Fanourios.

Orações e sonhos

De acordo com um artigo publicado recentemente pelo Atlas Obscura, “em certas áreas da Grécia, incluindo Creta e Chipre a fanouropita é assada como uma oração para meninas solteiras encontrarem um marido, e às vezes é dito que dormir com um pedaço do bolo debaixo do travesseiro induzirá um sonho com seu futuro cônjuge”.

O ato de assar e oferecer Fanouropita é considerado uma prática um tanto familiar entre os cristãos ortodoxos gregos. Normalmente é feito em ocasiões específicas – a saber, no dia da festa de São Fanourios (27 de agosto), durante os momentos em que se procura a ajuda do santo para encontrar algo importante, quando se precisa de orientação espiritual e apoio em tempos de incerteza, ou quando alguém se sente perdido. 

O bolo costuma ser levado à igreja para ser abençoado por um sacerdote antes de ser compartilhado com familiares, amigos e até estranhos. Serve como um lembrete (bastante doce) de que, mesmo em tempos de perda ou busca, sempre existe a possibilidade de encontrar o que se procura com um pouco de ajuda divina.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos

Tags:
CristãosSantos
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia