Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 18 Abril |
Aleteia logo
Cultura & Viagem
separateurCreated with Sketch.

As correntes de São Pedro: uma “dupla relíquia” celebrada em 1º de agosto

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
San Pietro in Vincoli

Stefano_Valeri | Shutterstock

San Pietro in Vincoli

Daniel R. Esparza - publicado em 01/08/23

A tradição afirma que as correntes de São Pedro, mantidas em San Pietro in Vincoli, em Roma, correspondem a dois conjuntos usados para aprisionar o Apóstolo em duas ocasiões diferentes

A Basílica romana menor de San Pietro in Vincoli (literalmente, “São Pedro Acorrentado”) é conhecida por ser a casa do Moisés de Michelangelo, mas também abriga uma relíquia muito especial, frequentemente esquecida.

Também conhecida como Basílica Eudoxiana em referência à imperatriz Licínia Eudóxia, esta igreja é bastante antiga: em 432, foi reconstruída a partir de uma fundação ainda anterior, a fim de guardar as correntes que, segundo a tradição, tinham servido para prender São Pedro quando ele estava preso em Jerusalém — daí o seu nome, “in vincoli“, ou seja, “nas correntes”.

A festa litúrgica associada a São Pedro Acorrentado recai em 1º de agosto.

San Pietro in Vincoli
San Pietro in Vincoli

A imperatriz Licínia Eudóxia, esposa do imperador Valentiniano III e filha de Teodósio II, recebeu essas correntes (que de acordo com algumas fontes seriam apenas alguns elos) como presente de sua mãe, Élia Eudócia, poetisa excepcionalmente talentosa, considerada santa tanto pela Igreja do Oriente quanto pela do Ocidente. Por sua vez, Élia Eudócia (que não deve ser confundida com Élia Eudóxia, mãe de Teodósio II) os obteve de São Juvenal, então bispo de Jerusalém, onde as correntes já eram veneradas pelos peregrinos.

Essas correntes deveriam ser as mencionadas na passagem conhecida como “a libertação de Pedro”, no capítulo 12 do livro dos Atos dos Apóstolis. O texto é relativamente curto:

Na noite anterior que Herodes ia apresentá-lo dormia Pedro entre dois soldados, ligado com duas cadeias. Os guardas, à porta, vigiavam o cárcere. De repente, apresentou-se um anjo do Senhor, e uma luz brilhou no recinto. Tocando no lado de Pedro, o anjo despertou-o: “Levanta-te depressa” – disse ele. Caíram-lhe as cadeias das mãos. O anjo ordenou: “Cinge-te e calça as tuas sandálias”. Ele assim o fez. O anjo acrescentou: “Cobre-te com a tua capa e segue-me”. Pedro saiu e seguiu-o, sem saber se era real o que se fazia por meio do anjo. Julgava estar sonhando. Passaram o primeiro e o segundo postos da guarda. Chegaram ao portão de ferro, que dá para a cidade, o qual se lhes abriu por si mesmo. Saíram e tomaram juntos uma rua. Em seguida, de súbito, o anjo desapareceu. Então, Pedro tornou a si e disse: “Agora vejo que o Senhor mandou verdadeiramente o seu anjo e me livrou da mão de Herodes e de tudo o que esperava o povo dos judeus” (Atos 12, 6-11).

Licínia Eudóxia apresentou as correntes ao Papa Leão I – um doutor da Igreja que se tornou amplamente conhecido por ter encarado Átila, o Huno, e persuadi-lo a não invadir a Itália. A lenda afirma que, quando o papa comparou as correntes de Eudóxia com as que tinham sido usadas para prender Pedro antes do seu martírio, provavelmente na Prisão Mamertina, onde Paulo também fora preso, as duas se fundiram milagrosamente.

Essas correntes são hoje mantidas num relicário sob o altar principal de San Pietro in Vincoli – mas um elo pode ser venerado na igreja de São Pedro em Rutland, Vermont, EUA. A basílica, embora consagrada em 439 por Sisto III, passou por várias restaurações ao longo da história, principalmente sob o Papa Júlio II, uma das principais figuras do Alto Renascimento, durante o “Cinquecento” italiano.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos

Tags:
ArteCulturaHistória da Igreja
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia