Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 20 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

O voluntário que auxilia participantes com deficiência na JMJ em memória de seu irmão

Micael de Almeida

Isabella H. de Carvalho / i.Media

Micael de Almeida (pierwszy z lewej) z wolontariuszami ŚDM w Lizbonie

Isabella H. de Carvalho - publicado em 02/08/23

Micael de Almeida é voluntário da Jornada Mundial da Juventude e missionário da Comunidade Colo de Deus. Depois de cuidar de seu irmão deficiente, ele agora está ajudando os participantes deficientes da JMJ

Micael de Almeida, um voluntário brasileiro de 29 anos da Jornada Mundial da Juventude, carrega orgulhosamente em seu pescoço uma pequena fotografia, dentro da folha de plástico que contém seu crachá. Trata-se de uma imagem de seu irmão deficiente, que deveria ter ido à JMJ com ele, mas faleceu de uma parada cardíaca em 2022.

Originário do estado de Minas Gerais, no Brasil, Micael está estudando para se tornar fisioterapeuta. Agora, ele está participando da JMJ como um dos líderes da equipe de voluntários que auxilia os participantes com deficiência, como uma homenagem ao seu irmão e para cumprir sua vocação como missionário.

“Eu participei como peregrino em 2013 no Rio de Janeiro. Eu tive um contato com Deus e fui chamado a vida missionária. A minha vocação, o meu “sim” passou pelas mãos dos voluntários então decidi virar voluntário também, para que eu pudesse ajudar”, explicou Micael, que faz parte da Comunidade Brasileira “Colo de Deus”, cujo foco é aproximar da Igreja as pessoas que estão afastadas da fé. “Se eu estou aqui hoje nas Jornadas foi porque alguns dos milhares dos voluntários se impregnaram doaram a vida.”

Voluntariado

Desde 2013, Micaell tem trabalhado em vários projetos de voluntariado no Brasil, especialmente na reabilitação de pessoas com deficiência que não têm condições de pagar por serviços particulares de saúde. Isso porque, tendo ele mesmo um membro da família com deficiência, ajudar pessoas com deficiência e incluí-las na Igreja sempre fez parte da vida de Micael.

““Eu estar aqui nessa equipe, levando as pessoas com deficiência para que elas se aproximem da fé é levar o legado do meu irmão”, disse Micael, explicando como ele leva a foto do irmão consigo aonde quer que vá com um grande sorriso. “Eu e a minha familia sempre lutamos pela inclusão e sensibilidade a pessoas com deficiências”.

““Meu propósito de vida é que as pessoas com deficiência se sintam amadas e acolhidas na Igreja”, enfatizou Micael. “Não exclui pessoas com deficiências, elas são capazes de fazer tudo e também tem um lugar na Igreja. Elas também têm um lugar na casa do Pai e têm que se sentir amadas. Isso é o que eu quero levar para a Igreja”.

Como missionário, Micael explicou que “abriu mão de tudo para viver os planos de Deus”. No entanto, hoje ele diz que recebe “100 vezes mais, como diz a Palavra do Senhor”.

Os serviços de saúde na JMJ

Agora, na JMJ de Lisboa, Micael é uma das sete pessoas que lideram a equipe de saúde dedicada a dar assistência aos bispos, que podem precisar de mais apoio devido à idade avançada, e aos participantes com deficiência. Por ter tido a experiência de cuidar de seu irmão, Micael se concentra especialmente na assistência aos participantes com deficiência. Ele chegou a Lisboa em 3 de julho.

Ele explicou que sua equipe estará presente nos principais eventos da JMJ em áreas especiais dedicadas a essas categorias de pessoas, que estarão localizadas mais perto dos palcos. Micael e sua equipe se concentrarão nos primeiros socorros em caso de emergências e também estão se preparando para garantir que as estruturas adequadas estejam prontas para acomodar as diferentes necessidades dos participantes.

“Estou muito feliz de estar aqui, foi uma oportunidade muito grande. Nunca imaginava aonde Deus iria me levar”, diz Micael com um sorriso.

JMJ em imagens

Tags:
IgrejaJMJJovens
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia