Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 21 Abril |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Quaresma de São Miguel Arcanjo: tempo de elevação, reparação e graças

Arcanjo São Miguel

bepsy | Shutterstock

Loo Burnett - publicado em 06/08/23

Está chegando um tempo muito especial, em que nos voltamos em oração, consagrando nossa vida aos cuidados daquele que é, por excelência, o maior anjo do Reino dos Céus

Os devotos de São Miguel que seguem páginas católicas, sobretudo as do apostolado ao Arcanjo, devem estar surpresos com a quantidade de perfis que se preparam para fazer a Quaresma de São Miguel Arcanjo. Uma prática de piedade devocional que teve sua origem no século de São Francisco de Assis (século XIII), e retornou com força total há pelo menos uma década no Brasil.

Trata-se de um tempo muito especial, onde nos voltamos em oração, consagrando nossa vida aos cuidados daquele que é, por excelência, o maior anjo do Reino dos Céus. São Miguel é o anjo mais importante do cristianismo, pois representa o triunfo do bem sobre o mal. A Quaresma, que inicia em 15 de agosto e finaliza em 29 de setembro, foi uma data festejada pelo “pobrezinho de Assis” por duas razões: 

  1. Dia 15 de agosto é o Dia da Assunção, ao qual celebramos a admirável assunção de Nossa Senhora, muito amada por São Francisco;
  2. Dia 29 de setembro é a festa de São Miguel Arcanjo, que a Igreja celebra juntamente com São Gabriel e São Rafael, ao qual Francisco era extremamente devoto.

Conforme nos lembra São Boaventura:

“Um vínculo de amor indissolúvel unia-o aos anjos cujo maravilhoso ardor o punha em êxtase diante de Deus e inflamava as almas dos eleitos; por devoção aos anjos, celebrava uma quaresma de jejuns e orações durante os quarenta dias que seguem a Assunção da Santíssima Virgem Maria. São Miguel, sobretudo, a quem cabe o papel de introduzir as almas ao Paraíso, era objeto de uma devoção especial em razão do desejo que tinha o santo de salvar a todos os homens”. (2016, p.90)*

São Francisco, conhecendo a profundidade teológica de ambas as datas, retirou-se ao Monte Alverne para santificar-se pelo jejum, penitência, abstinência e muita oração, a fim de preparar seu espírito honrando a Mãe de Cristo e São Miguel Arcanjo. O franciscano realizava de três a quatro prolongados períodos de jejum e contemplação solitária ao ano, e foi justamente na Quaresma de São Miguel que ele recebeu os sinais da Paixão.

Portanto, o período que os devotos de São Miguel estarão envolvidos por quarenta dias, remontará à época que São Francisco viveu as maiores alegrias e a experiência mística que o aproximou a Jesus crucificado. A Quaresma de São Miguel Arcanjo é uma oportunidade de elevarmos o nosso espírito, uma vez que estaremos nos purificando pelo jejum, pela abstinência, pela penitência e por cada oração recitada nestes quarenta dias. É também um tempo de reparação por nossos pecados, sem contar as benesses e graças que receberemos do alto pela intercessão de tão poderosa criatura celestial. 

Deixaremos aqui algumas páginas de rede social para que você possa acompanhar ao vivo e participar da Quaresma de São Miguel Arcanjo:

  • Instagram: @sao_miguel_arcanjo_oficial, de segunda a sábado às 22h – live
  • Ir Kelly Patricia OFICIAL / Instituto Hesed, de segunda a sábado o Santo Rosário às 4h da manhã e o Terço do Combate às 19h – live

      * BURNETT, Loo. São Miguel Arcanjo – um tratado sobre angelologia. São Paulo: Paulus, 2021, p.163.

      Tags:
      OraçãoQuaresmaSão Miguel
      Top 10
      Ver mais
      Boletim
      Receba Aleteia todo dia