Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 22 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

É verdade que não podemos usar a medalha de São Bento se não a tivermos ganhado de presente?

Medalhas e sacramentais contra o diabo, como a medalha de São Bento

bernardojbp | DepositPhotos

Mónica Muñoz - Francisco Vêneto - publicado em 15/08/23

Segundo uma crença popular, a medalha de São Bento "não tem o mesmo efeito" se não tiver sido dada por alguém

Muitos influenciadores católicos têm usado e divulgado a medalha de São Bento porque sabem que ela é um sacramental especial e muito recomendado pela tradição da Igreja – mas, em vários casos, o seu verdadeiro significado tem sido distorcido até o ponto de se cair na superstição.

Chegamos a vê-la, por exemplo, ao lado de talismãs como o olho turco, o que nos indica a mistura de ideias na cabeça de muitos cristãos de boa fé, mas carentes de sólida formação doutrinal.

Acrescentem-se a isso outras crendices diversas: uma delas diz que não se pode comprar a medalha porque, a fim de “surtir efeito”, é preciso ganhá-la de presente de alguém. Equívocos desse tipo são comuns inclusive entre os fiéis mais próximos da Igreja.

É preciso ganhar a medalha para poder usá-la?

A verdade é que qualquer pessoa pode ganhar ou comprar a medalha de São Bento e pedir que um padre católico a abençoe, sem que haja qualquer distinção entre quem a comprou e quem a ganhou.

A primeira atitude de quem quer usar a medalha de São Bento é saber que, assim como qualquer outro sacramental, ela não deve ser usada como se fosse um amuleto da sorte. Dito isso, é preciso também entender o que é um sacramental.

Os sacramentais, segundo o Compêndio do Catecismo da Igreja Católica em se número 351, “são sinais sagrados instituídos pela Igreja por meio dos quais se santificam algumas circunstâncias da vida”.

Eles incluem não apenas medalhas como a de São Bento ou a Medalha Milagrosa, mas também o crucifixo, o terço, o escapulário, ou ainda diversos outros objetos que podem ser abençoados em coerência com a tradição bem fundamentada da Igreja, como a água e o sal. A sua finalidade não é servir como “amuletos”, “talismãs” ou “objetos mágicos”, e sim santificar a vida do fiel e melhor prepará-lo para receber a graça própria dos sacramentos. Por isso mesmo, os sacramentais também incluem certas orações e não apenas objetos.

Assim como nos casos do escapulário e da Medalha Milagrosa, é importante que a medalha de São Bento também seja abençoada por um sacerdote. A oração mais recomendada para essa bênção é a utilizada tradicionalmente pelos padres beneditinos para exorcizá-la – cabe registrar que nem todos os sacerdotes a conhecem por não estarem acostumados a receber esta solitação, então diga a eles que você gostaria dessa bênção para que possam providenciá-la.

Tags:
DoutrinaSacramentaisSuperstição
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia