Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 23 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Pesquisa aponta 7 atitudes capazes de aumentar o tempo de vida em mais de 20 anos

Qualidade de vida

Lucian Coman | Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 15/08/23

Nenhuma delas é novidade - mas não custa repetir o que já sabemos, para garantir que, além da conhecer a teoria, também a coloquemos em prática

Foi apresentada em julho durante o Nutrition 2023, principal congresso da Sociedade Norte-Americana para a Nutrição, uma pesquisa realizada nos Estados Unidos entre os anos de 2011 e 2019, com cerca de 700 mil pessoas de 40 até 99 anos de idade, para identificar atitudes saudáveis capazes de aumentar a expectativa de vida.

O estudo, realizado pelo Carle Illinois College of Medicine, apontou que é possível ampliar em cerca de 20 anos a vida de quem adotar uma série de atitudes-chave. Nenhuma delas é novidade – mas não custa repetir o que já sabemos, para garantir que, além da conhecer a teoria, também a coloquemos em prática.

Aqui vão sete das atitudes recomendadas:

1 | Não fumar

O cigarro está associado a mais de 50 doenças, entre elas o câncer de pulmão, que tem grande letalidade. Um fumante corre 5 vezes mais risco de infarto, bronquite crônica e enfisema pulmonar, além de 2 vezes mais risco de AVC. Por outro lado, após 10 anos sem fumar, um ex-fumante consegue reduzir o risco de infarto ao mesmo patamar de quem nunca fumou.

2 | Fazer atividade física regularmente

A recomendação geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de 150 minutos de atividade física por semana, valendo nesta conta também exercícios menos intensos, como as caminhadas. Afinal, a diretriz fundamental é se mexer para fortalecer os músculos e acelerar um pouco os batimentos cardíacos.

3 | Moderar no consumo de álcool

Não se trata necessariamente de excluir a bebida alcoólica de modo total, a menos que você tenha problemas de dependência. Se este não for o seu caso, o importante é beber com moderação.

4 | Manter uma boa qualidade do sono

A recomendação geral para adultos é dormir de 7 e 9 horas por noite, mas esse número pode variar consideravelmente conforme cada pessoa.

5 | Ter uma dieta saudável

Eliminar da sua vida os alimentos ultraprocessados é um passo crucial, por causa da sua quantidade exagerada de gordura, açúcar e sal. Vale observar que, mesmo para quem adota uma dieta mais voltada aos vegetais, é muito importante não descuidar as proteínas, inclusive porque elas reduzem a perda de massa muscular na velhice.

6 | Não abusar de remédios para dor

É relativamente fácil – e, portanto, cada vez mais frequente – exagerar no recurso aos remédios para dores crônicas, cuja venda no Brasil, por exemplo, aumentou 465% desde 2009, segundo a Anvisa. Um dos problemas relacionados ao abuso desses medicamentos é justamente a dependência.

7 | Cuidar bem da saúde mental – incluindo a espiritualidade

O estresse cotidiano deixa o nosso organismo em estado quase constante de inflamação, o que prejudica todo o metabolismo. Cultivar o relaxamento é um antídoto eficaz para rotinas de ritmo alucinado. Isto inclui a prática da espiritualidade, que, além de fazer bem à alma, também ajuda na saúde do corpo.

Segundo o estudo mencionado no começo da matéria, essas atitudes saudáveis proporcionaram aumento médio de 24 anos à vida dos os homens e de 23 anos à das mulheres.

Tags:
EstresseSaúdeVida
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia