Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 25 Abril |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Vendo o invisível

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
kolorowy obraz Ducha Świętego w postaci gołębicy

marcinmoderski | Shutterstock

#image_title

Regina Andrews - publicado em 24/08/23

Testemunho: "Eu vi um inimigo invisível naquele dia, mas também vi outra coisa invisível: minha fonte eterna"

Começou como uma mamografia de rotina naquela manhã – a minha segunda. A primeira, alguns anos antes, correu muito bem. Entrei e saí da sala em menos de uma hora. Então, hoje, depois de cinco meses de casamento e desfrutando de um emprego dos sonhos como redatora de cartões comemorativos, entrei no consultório lotado. Após a triagem, sentei-me numa cadeira – a única disponível. Eu estava ansiosa para terminar o exame e voltar a tratar das tarefas e eventos programados do meu próximo dia.

A sala de espera estava muito silenciosa – até demais. Olhando para minhas colegas pacientes, percebi que elas cobriam o espectro de idade, raça e sofisticação. De braços e pernas tatuados a um vestido de linho de grife, cada mulher era única. Mas todas tínhamos uma coisa em comum: estávamos ali, cuidando da nossa saúde e prestando atenção ao nosso bem-estar. 

Meus pensamentos se voltaram para o projeto em que estava trabalhando atualmente. Eu estava encarregada de uma coleção voltada para o tema “pensando em você”. Vinte cartões, vinte mensagens diferentes transmitindo uma sensação de “cuidado e preocupação”. Eu estava anotando algumas ideias superficiais do tipo “Espero que você esteja se sentindo melhor” em meu bloco de notas quando ouvi meu nome ser chamado. Levantei-me, feliz por ser a minha vez.

Cinco horas depois, eles me levaram até a área de coleta do ambulatório, onde meu marido me ajudou a entrar no carro. Depois de duas biópsias, uma série de radiografias e uma consulta com o cirurgião-chefe, eu estava segurando o cartão de consulta para minha próxima operação. As palavras do médico ecoaram em minha mente: “Que bom que você veio hoje, porque agora você tem uma chance”.

Minha mente estava em um turbilhão, meu mundo inteiro virou de cabeça para baixo em apenas algumas horas. Passei de cartões comemorativos a cartões de compromissos na velocidade da luz. 

Não havia como dizer o que o futuro reservava para mim. Mas uma coisa era certa: as imagens na tela revelaram um inimigo invisível. E com essa revelação, uma fonte de gratidão e fé inundou-me. Não importa o que acontecesse, eu sabia que Ele me guiaria, me protegeria e me ajudaria a enxergar meu caminho em meio à tempestade.

O perigo era real, mas a fé era ainda mais. Que alegria encheu minha alma com esta visão! Naquele dia, através do Espírito Santo, eu vi a fonte invisível e eterna de “cuidado e preocupação”!

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos

Tags:
CâncerEspírito Santo
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia