Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 14 Abril |
Aleteia logo
Cultura & Viagem
separateurCreated with Sketch.

A igreja onde é possível rezar olhando para o céu

Kościół ze szklanym dachem w Neratovie w Czechach

Bela Komanec | Shutterstock

Anna Gębalska-Berekets - publicado em 25/08/23

Ela foi praticamente destruída na Segunda Guerra Mundial. Quando foi restaurada, ganhou um teto de vidro

Uma igreja ao ar livre… ou quase. Mas aqui se pode rezar olhando para o céu, literalmente. Em Neratov, cidade tcheca situada na fronteira com a Polônia, existe uma igreja única, cujo telhado é como uma imensa janela de vidro.

A igreja foi construída em 1661, depois que um incêndio perto de Rokitnice destruiu outra igreja. O pároco recebeu em sonho a visita da Virgem Maria, pedindo-lhe que organizasse uma procissão solene até à aldeia fronteiriça, Neratov.

O sacerdote, então, mandou esculpir uma estátua de Nossa Senhora igual à imagem da Virgem que viu no sonho. Em 15 de agosto de 1661, os fiéis – acompanhados pelo padre -transferiram a estátua para uma capela recém-construída. Pouco depois deste acontecimento, um dos habitantes de Neratov foi milagrosamente curado da doença que o debilitava. À estátua da Virgem Maria foi atribuído um poder milagroso, e em 1723 foi construída uma igreja, que imediatamente se tornou um local de fervorosa devoção popular, atraindo muitos peregrinos.

A provação da guerra

Em 1945, o Exército Vermelho libertou a maior parte da Tchecoslováquia do controle alemão às custas de combates particularmente violentos e da expulsão dos alemães, decidida no final da Conferência de Potsdam. A igreja foi gravemente danificada e os habitantes alemães não conseguiram reconstruir o edifício antes da sua deportação. Ao cair em ruínas, os comunistas ameaçam demoli-la, mas não executaram a sua decisão. 

Na Tchecoslováquia comunista, a Igreja perseguida permaneceu muito limitada. Padre Josef Suchar, pároco de 11 paróquias locais espalhadas pediu a recuperação do edifício em ruínas, mas o bispo recusou.

Foi só no início da década de 1990, após a chamada “Revolução de Veludo”, que a vida se tornou mais flexível para os católicos. A tradição da peregrinação foi, então, restaurada. 

A igreja está incluída na lista de monumentos culturais e a sua fachada, a torre e o relógio, bem como as suas paredes interiores foram restauradas. Manteve da sua vida anterior apenas a fachada barroca, na cor amarelo brilhante. 

O famoso teto vidro da igreja só apareceu em 2007. “A forma como renovamos esta igreja tem uma mensagem muito profunda”, disse o Padre Jozef Suchar à Aleteia. “Ela nunca mais será uma bela igreja barroca, mas é uma bela igreja com telhado de vidro, onde você pode observar o céu enquanto reza. Ninguém mais tem isso”, concluiu.

Veja na galeria abaixo algumas fotos desta insólita igreja.

Tags:
CulturaigrejasViagem
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia