Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 26 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

O dia em que Nossa Senhora deu um remédio natural a cristãos perseguidos

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Nossa Senhora de La Vang

godongphoto | Shutterstock

Kathleen Hattrup - publicado em 23/11/23

Conheça a incrível história de Nossa Senhora de La Vang

Muitos cristãos foram martirizados ao longo de toda a história da Igreja – e continuam a enfrentar o martírio hoje. Ao lado da história da perseguição, porém, está a história maior da graça de Deus. Um desses relatos é o de Nossa Senhora de La Vang, título da Virgem Maria muito querido no Vietnã.

A história conta que uma perseguição cruel começou no Vietnã em 1798. Os fiéis fugiram para salvar as suas vidas e muitos procuraram refúgio escondendo-se na floresta tropical de La Vang. A situação era terrível e muitos adoeceram. Mas eles se apegaram à fé em busca de força, especificamente unindo-se para rezar o Rosário.

Foi quando estavam reunidos em oração que uma aparição os surpreendeu: uma bela mulher com a longa túnica típica do povo podia ser vista em pé nos galhos da árvore. Ela segurava uma criança nos braços e estava acompanhada por anjos.

Our Lady of La Vang Vietnam
Nossa Senhora de La Vang.

Nossa Senhora não só os consolou e encorajou, mas também lhes disse como tratar a sua doença com uma certa folha.

A devoção se espalha

Quando os católicos puderam regressar às suas aldeias, cerca de quatro anos depois, a história da aparição continuou a espalhar-se. Em 1820, foi construída no local uma primeira capela, que ficou destruída em outra onda de perseguição.

Em 1886, uma nova igreja foi iniciada e, ao longo do ano de 1900, Nossa Senhora de La Vang gozou do amor dos fiéis locais e da honra de Roma. (A capela foi novamente destruída durante a Guerra do Vietnã, mas outra foi construída em 2012, com o aval do governo).

Cerca de 200 anos após a aparição, o Papa João Paulo II enviou esta mensagem aos fiéis:

“Quando acorrem ao Santuário de Nossa Senhora de La Vang, amado pelos fiéis vietnamitas, os peregrinos vão confiar-lhe as suas alegrias e tristezas, as suas esperanças e sofrimentos. Assim, dirigem-se a Deus e fazem-se intercessores pelas suas famílias e por todo o seu povo, pedindo ao Senhor que insira no coração de todos os homens sentimentos de paz, de fraternidade e de solidariedade, para que todos os habitantes do Vietnã se unam cada vez mais, em vista de edificar um mundo onde se possa viver bem, fundado sobre os valores espirituais e morais essenciais, e onde cada um possa ser reconhecido na sua dignidade de filho de Deus, recorrendo de forma livre e filial ao seu Pai celestial, «rico em misericórdia»”.

A basílica de Nossa Senhora de La Vang é o santuário central do Vietnã. Ela é celebrada em agosto, na festa da Assunção, e também no dia 22 de novembro.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
DevoçãoMariaNossa Senhora
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia