Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 29 Fevereiro |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

As 3 “irmãs” que podem fazer você perder seu lugar no Céu

Mulher deitada com preguiça

DimaBerlin-Shutterstock

Mónica Muñoz - publicado em 01/12/23

Assim como as virtudes nos ajudam a nos aperfeiçoar, os vícios e os maus hábitos se unem para nos levar à perdição

Muitas vezes, nos sentimos tristes, entediados e apáticos. Nada ao nosso redor nos importa. As pessoas de quem estamos próximos, por boa vontade e preocupação, dão-nos “consultas” gratuitas e enchem-nos de conselhos para resolver o nosso problema.

As doenças emocionais estão na ordem do dia, por isso aparecem em todos os lugares os “treinadores” de vida, que visam acabar com os males do mundo. Porém, esquecem o mais importante: focar no fato de que o ser humano também é atacado por negligenciar sua parte espiritual.

Apatia, acídia e preguiça: males da alma

Aparentemente, a apatia, a acídia e a preguiça são sinônimos, mas existem algumas diferenças entre esses vícios que acabam por nos levar a “pecar de diversas maneiras contra o amor de Deus”. Por isso, podemos nos referir a elas como “irmãs” que conspiram para atacar os seres humanos.

1
A apatia

Se lermos o Catecismo da Igreja Católica descobriremos que “a indiferença descuida ou recusa a consideração da caridade divina; desconhece-lhe o cuidado preveniente e nega-lhe a força” (CIC 2094). 

A pessoa que é atacada pela indiferença sofre de imobilidade espiritual para agir em favor de si ou do próximo, bem como para se comunicar de qualquer forma com Deus, porque simplesmente não está interessada.

2
A acídia

Menciona o Catecismo da Igreja Católica:

“Outra tentação, à qual a presunção abre a porta, é a acédia. Os Padres espirituais entendem por ela uma forma de depressão devida ao relaxamento da ascese, à diminuição da vigilância, à negligência do coração. «O espírito está decidido, mas a carne é fraca» (Mt 26, 41). Quanto de mais alto se cai, mais magoado se fica. O desânimo doloroso é o reverso da presunção. Quem é humilde não se admira da sua miséria; ela leva-o a ter mais confiança e a manter-se firme na constância.”

CIC 2733

Estamos falando, então, da falta de fé e da dificuldade em orar ou perseverar para evitar as tentações. Há uma tendência a acreditar que, como a própria força não é suficiente, é impossível derrotar ou alcançar um objetivo.

3
A preguiça

Falar de preguiça é referir-se a um pecado capital, assim chamado porque gera outros pecados, segundo o Catecismo da Igreja Católica (CIC 1866). Até a acídia e a preguiça foram tomadas como sinônimos: “A acédia ou preguiça espiritual chega a recusar a alegria que vem de Deus e a aborrecer o bem divino” (CIC 2094 ).

Reverta o dano para alcançar o Céu

Esses males são mais comuns do que podemos imaginar. Quantas pessoas se perdem no meio do ativismo diário e deixam o cuidado da alma para depois? Parece que o trabalho e as distrações têm prioridade. Elas chegam em casa e só conseguem pensar em descansar, comer e se divertir. Sim, há tempo para rezar, para ler a Bíblia ou um livro sobre a vida de um santo, mas preferem ficar atentos às notificações nas redes sociais ou ver um filme.

No final das contas, o dano espiritual diminui a proximidade que a pessoa tem com Deus e com o próximo. Portanto, devemos combater estes vícios com a prática das virtudes, especialmente a caridade, que envolve o interesse em cultivar a nossa relação com o Senhor através da oração, dos sacramentos, das leituras piedosas, do estudo e das obras de misericórdia.

Além disso, ter um guia espiritual que nos escute pode ser de grande ajuda, pois podemos traçar metas e revisá-las com ele para medir nosso progresso espiritual. 

Enfim, fortalecer a nossa vontade e agir com perseverança nos ajudará a vencer e chegar ao Céu.

Tags:
CéuEspiritualidadePecado
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia