Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 03 Março |
Aleteia logo
Cultura & Viagem
separateurCreated with Sketch.

O mercado de Natal mais antigo da Europa tem quase 600 anos

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
O Striezelmark, mercado de Natal em Dresden

Mapics | Shutterstock

O Striezelmark, mercado de Natal em Dresden

Daniel R. Esparza - Francisco Vêneto - publicado em 06/12/23

Os mercados de Natal não são uma tradição comum no Brasil, mas o Striezelmarkt de Dresden encanta moradores e visitantes desde 1434

Há, em vários países europeus, uma tradição que (pelo menos até hoje) não se arraigou no Brasil: a dos mercados de Natal. Trata-se de mercados de rua instalados geralmente durante as quatro semanas do Advento, com particular tradição na Alemanha, na Áustria, na região italiana do Tirol do Sul e nas regiões francesas da Alsácia, Lorena e Savoia. Com o tempo, a tradição também se estendeu a vários outros países da Europa, de maneira que hoje se encontram mercados de Natal desde Lisboa até Moscou.

É no coração de Dresden, na Alemanha, que se situa o mercado de Natal considerado o mais antigo do mundo: o Striezelmarké um testemunho vivo do espírito natalino e encanta moradores e visitantes desde, segundo a tradição, 1434.

Celebração de costumes consagrados pelo tempo e lugar perfeito para se familiarizar com as tradições natalinas alemãs, o Striezelmarkt deve seu nome a uma delícia que, pelo menos para os locais, é sinônimo de Natal: Allerheiligenstriezel, ou seja, “pão de Todos os Santos”. Também conhecido como Striezel, esse típico pão doce trançado, rico em passas (e às vezes nozes), é uma das estrelas do mercado. Padeiros vão até lá para mostrar e vender as suas próprias versões, incluindo outro doce tradicional derivado do Striezel original: o Stollen.

Como está implícito no nome, o Allerheiligenstriezelé um pão assado para a festa de Todos os Santos. Na Áustria e na Baviera, era tradicional que os padrinhos entregassem esse Striezel aos seus afilhados nesta ocasião. Já o Stollen é um pão tradicional de Natal e contém alguns outros ingredientes, como frutas cristalizadas. Muitas vezes chamado de Christstollen (bolo de Cristo) ou Weinachtsstollen (bolo de Natal), o Stollen vendido nesse mercado é conhecido simplesmente como Dresdner Stollen – ou seja, esse pão, a cidade e o mercado estão intimamente relacionados.

Caminhar pelo Striezelmarkt é entrar num país das maravilhas do Natal. A praça do mercado, com as suas barracas de madeira e luzes cintilantes, exala um charme natalino um tanto nostálgico, mas clássico. Tal como acontece com a maioria dessas feiras de Natal, artesãos oferecem seus adornos, brinquedos e presentes exclusivos, que refletem a herança cultural da cidade e dos seus arredores. A cereja do bolo são os tradicionais concertos de canções natalinas alemãs, realizados no Striezelmarkt – um cenário perfeito para passear em família.

Mas o Striezelmarkt é mesmo o mais antigo?

Há quem argumente que o título de mercado de Natal mais antigo do mundo pertence a Nuremberg. Com mais de 150 barracas, o mercado de Natal de Nuremberg é conhecido por seu Glühwein (vinho quente) e pelas decorações festivas feitas à mão. Ele certamente é um dos mercados de Natal mais antigos e famosos do mundo, mas remonta ao século XVI – enquanto o de Dresden é menos um século mais antigo.

Outro ponto de atenção é que, de fato, existem mercados ainda mais antigos, como o de Viena (1298), Munique (1310), Bautzen (1384) e Frankfurt (1393), mas é preciso observar que eles não nasceram especificamente como “mercados de Natal”, mas sim, mais genericamente, como mercados sazonais de dezembro.

O Striezelmarkt, em essência, e assim como a maioria dos mercados históricos de Natal, é mais do que apenas uma feira sazonal: é um testemunho vivo da resistência e resiliência de uma fé que se mantém forte há séculos. À medida que os visitantes passam pelas bancas, vão se tornando parte de uma celebração atemporal da Encarnação de Deus.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
HistóriaNataltradição
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia