Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 26 Fevereiro |
Aleteia logo
Curiosidades
separateurCreated with Sketch.

O dia em que o “Papai Noel” esbofeteou um herege: será?

São Nicolau e o heresiarca Ário

Public Domain

São Nicolau e o heresiarca Ário

Francisco Vêneto - publicado em 07/12/23

São Nicolau, a quem se atribui a "inspiração" para o personagem de marketing da cultura laica, não tinha nada de bonachão na hora de defender a pureza da fé - mas será que ele deu um tapa na cara de Ário?

Em 6 de dezembro, a Igreja celebra a memória de São Nicolau, bispo de Mira, na atual Turquia. Especialmente reconhecido pela sua generosidade e venerado como padroeiro das crianças, este santo muito querido em países como a Rússia, a Grécia, a Holanda e a Alemanha acabou dando origem, com muitas “licenças poéticas”, à figura do “Papai Noel” – muito embora o “Papai Noel” não guarde praticamente nada de autenticamente natalino do ponto de vista cristão, já que não há nada nele que remeta a Jesus Cristo, em cuja Encarnação reside o único e verdadeiro significado do Natal.

Como quer que seja, é frequente que um número relativamente grande de pessoas associem o personagem de marketing Papai Noel com o bispo católico São Nicolau, a respeito de cuja história e lendas você pode ler acessando o seguinte artigo:

O que poderia surpreender a muitos, porém, é que São Nicolau não tinha nada de bonachão na hora de defender a pureza da fé contra as heresias do seu tempo. De fato, em um dos episódios relatados pela tradição oral, ele teria chegado a exasperar-se a ponto de dar uma bofetada na boca de um heresiarca – um gesto prontamente punido, como registra a mesma tradição que o narra.

Quem recorda esse episódio é o pe. Chrystian Shankar, que o compartilhou em sua rede social:

“Há uma passagem bem conhecida da vida de São Nicolau, dada durante a sua participação no primeiro Concílio da Igreja, em Niceia, no ano 325. Foi essa assembleia ecumênica que condenou a heresia do arianismo e reafirmou a fé católica na divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Durante o Concílio, São Nicolau já estava cansado da insolência de Ário e de ver desonradas, por sua boca, a pessoa divina de Jesus Cristo e a maternidade divina de Nossa Senhora. Conta-se que o corajoso bispo confrontou fisicamente o heresiarca, esbofeteando-lhe a boca. Os prelados ao redor se assustaram e, mesmo discordando de Ário, viram-se obrigados a punir o ‘zelo excessivo’ de Nicolau, trancafiando o bispo na prisão e confiscando o seu pálio e a cópia que ele possuía dos Evangelhos.

A resposta do Céu à ira de São Nicolau, no entanto, foi bem outra. Alguns dias depois do ocorrido, os próprios Jesus e Maria visitaram o bispo em sua cela. ‘Por que estás aqui?’, teria perguntado Nosso Senhor a Nicolau, ao que ele respondeu: ‘Porque vos amo, meu Deus e Senhor’. Imediatamente, foram-lhe devolvidos os símbolos de sua dignidade episcopal. É por isso que, em muitos ícones do santo, é possível vê-lo ladeado de Nosso Senhor e de Nossa Senhora, respectivamente com um livro e um pálio nas mãos. Destituído do ofício episcopal por seus irmãos, o bispo de Mira terminou o grande Concílio de Niceia readmitido diretamente pelo próprio Deus”.

Mas a bofetada aconteceu mesmo?

Há muitos poucos fatos comprovados a respeito da vida de São Nicolau – tão poucos, aliás, que não faltam os historiadores que duvidam até mesmo de que ele tenha de fato existido. Confira a respeito no artigo já recomendado acima e novamente recomendado aqui.

As primeiras menções ao suposto tapa desferido pelo bispo na cara do herege parecem remontar ao século XIV, ou seja, a mil anos depois da realização do Concílio de Niceia. Além disso, a despeito da popularidade dessa história, o nome de Nicolau não aparece nas listas de participantes daquele concílio, por mais que as datas pudessem ser compatíveis.

Sobre esse episódio controverso, veja mais neste artigo publicado por Philip Kosloski para Aleteia em inglês.

Tags:
História da IgrejaNatalSantos
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia