Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 03 Março |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

A belíssima explicação de João Paulo II sobre a árvore de Natal

CHRISTMAS-TREE

ORION PRODUCTION I Shutterstock

Agnès Pinard Legry - publicado em 15/12/23

João Paulo II explicou como a tradição da árvore de Natal tornou-se uma exaltação ao valor da vida

À medida que o Natal se aproxima, as árvores de Natal e os presépios ganham lugar de destaque nas casas e empresas. E, se o significado do presépio parece bastante óbvio para os fiéis, o da árvore pode ser mais vago. 

Esta tradição “exalta o valor da vida porque no inverno o abeto perene torna-se sinal de vida que não morre”, explicou com delicadeza João Paulo II em dezembro de 2004 durante um Angelus. “Normalmente, na árvore decorada e aos seus pés, são colocados presentes de Natal. O símbolo torna-se, assim, eloquente também num sentido tipicamente cristão: evoca a «árvore da vida» (cf.  Gn 2, 9 ), figura de Cristo, dom supremo de Deus à humanidade”, disse ele.

Para João Paulo II, a mensagem da árvore de Natal é, portanto, que a vida permanece “sempre verde” a partir do momento em que se torna um presente. “Não tanto as coisas materiais, mas a si mesmo, na amizade e no carinho sincero, na ajuda fraterna e no perdão, no tempo partilhado e na escuta mútua”, explicou o pontífice.

Tags:
João Paulo IINatal
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia