Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 01 Março |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Freiras rezam pelas mães que passam noites sem dormir com os filhos

ZMĘCZONA MATKA

Shutterstock

Theresa Civantos Barber - Morgane Afif - publicado em 27/12/23

Mães de bebês que não domem direito à noite: vocês não estão sozinhas!

Às mães que passam noites sem dormir cuidando dos filhos: vocês não estão sozinhas. 

As noites de quem vive a verdadeira alegria de ter recebido um bebê em casa são paradoxais: ao mesmo tempo são demasiadamente longas e demasiadamente curtas. Muito longas, por causa dos despertares frequentes; muito curtas porque, quando se consegue dormir, já é hora de levantar para começar um novo dia. 

Se o nascimento de um bebê é uma alegria, as primeiras semanas desta nova vida podem ser desafiadoras quando o pequeno não dorme a noite toda.

O carisma das monjas norbertinas

Interceder pelas mães no silêncio da noite: este é o carisma da comunidade americana das monjas norbertinas do priorado de São José, que vivem segundo a regra de Santo Agostinho no mosteiro de Tehachapi, Califórnia. 

Todas as noites, à meia-noite, cerca de quarenta freiras se reúnem para interceder por aqueles que estão passando por dificuldades. No centro da sua oração, as mães têm um lugar especial.

E foi uma jovem mãe que descobriu a vocação dessas religiosas ao fazer um retiro no mosteiro. 

A irmã encarregada de acolher os visitantes explicou-lhe que esta oração de uma hora é dedicada às mães: às que se levantam à noite, às que sofrem, às que perderam um filho, às que estão esperando um bebê e àquelas que gostariam de esperar. 

E saber que todas as noites, nesta hora de silêncio e solidão, quarenta freiras rezam por todas as mães do mundo é muito consolador!

Tags:
BebêsmãesOraçãoVocação
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia