Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 25 Outubro |
Santo Antônio de Sant’Anna Galvão 
Aleteia logo
home iconEspiritualidade
line break icon

Abrir a Bíblia aleatoriamente: superstição ou revelação?

Book - Reading

© Beeboys

Edifa - publicado em 18/10/19

Muitos santos receberam a Palavra de Deus abrindo a Bíblia e tropeçando em um versículo. Mas e nós? Podemos fazer o mesmo?

Testemunhos irrefutáveis ​​comprovam que é possível pedir um esclarecimento ao Senhor abrindo a Bíblia.

Um dos exemplos mais famosos é o de São Francisco de Assis. Uma noite, seu amigo Bernard de Quintevalle o chama e lhe fala sobre seu grande desejo de deixar tudo assim como fez Francisco e compartilhar seu estilo de vida na pobreza. Será que era a vontade de Deus?

Francisco não tinha a menor intenção de fundar uma comunidade, muito menos uma ordem religiosa. Após uma longa conversa, eles concordam em ir à missa na manhã seguinte e pedir uma resposta ao Senhor.

Para isso, eles abriram o Santo Evangelho três vezes. Cada vez, eles se depararam com uma passagem em que Jesus chama seus discípulos para deixar tudo e segui-lo. Algum tempo antes, Francisco já havia sido iluminado por uma passagem das Escrituras: na pequena igreja de Porciúncula, durante uma missa – com a leitura do envio dos discípulos dois a dois, sem bastão, sem cinto, sem dinheiro – ele teve a revelação do caminho que iria se engajar.

Há também o exemplo de Santa Teresa de Lisieux. Nos seus escritos, ela relata como era habitada por desejos e chamados aparentemente contraditórios e inatingíveis. Ela queria viver todas as vocações e, no entanto, era apenas uma pequena carmelita em um convento provincial.

É abrindo um caderno no qual as passagens do Novo Testamento foram copiadas que ela encontra a resposta. No capítulo 12 da Primeira Carta aos Coríntios, ela lê sobre a diversidade de vocações da Igreja. No capítulo 13, ela lê que o caminho mais alto a todos os outros é a caridade. Então ela entende que, se a Igreja tem muitos membros, ela também tem um coração. Ela encontrou seu lugar: “No coração da Igreja, minha mãe, eu serei amor”.

Abrir a Bíblia não é jogar na loteria ou jogar cartas

Então é um fato. Contudo, não há necessidade de ser a favor ou contra essa prática, ela faz parte da tradição espiritual. Muitos cristãos também podem testemunhar o impacto de uma Palavra do Senhor neste ou naquele momento de sua jornada. Palavra recebida como resposta ou chamado, solicitada pela abertura da Bíblia, ou encontrada sem sequer – o que pode ser mais seguro.

É preciso, no entanto, guardar sempre no coração a cautela. Existe um perigo espiritual e psicológico de fazer dessa prática um processo sistemático ou mais ou menos mágico.

Personalidades frágeis podem procurar aí uma segurança que as desresponsabilize – como se nosso futuro fosse escrito, como se não tivéssemos mais de assumir os riscos da nossa liberdade e escolhas, e os debates da inteligência. Por outro lado, personalidades dominadoras ou sedutoras podem se servir dessa prática, conscientemente ou não, para manipular as pessoas.

Alguns dizem: “Vamos escolher uma palavra”, outros: “Vamos pegar uma palavra aleatoriamente”. Essas expressões estão equivocadas. Abrir a Bíblia não é jogar na loteria ou jogar cartas. É um ato de fé. É antes de tudo colocar-se em oração, em escuta, humildemente. É então abandonar-se ao Senhor, na atitude do discípulo que se deixa instruir, do filho que quer obedecer.

Os teólogos costumam criticar essa abordagem subjetiva ou ingênua das Escrituras. Diriam até que é uma abordagem fundamentalista, que ignora um estudo objetivo do texto e do contexto.

Obviamente, a leitura confiante com um coração simples não dispensa a leitura estudiosa da inteligência, mas o inverso também é verdadeiro. A exegese definitivamente não se destina a colocar entre a Palavra de Deus e aqueles que a ouvem filtros tão espessos e tão complexos que não se pode mais ouvir a voz do Amado.

Padre Alain Bandelier

Tags:
BíbliaOraçãoSuperstição
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos
Francisco Vêneto
Jovem casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos: “cada um vale ...
2
Papa Emérito Bento XVI
Francisco Vêneto
Bento XVI: “Espero me unir logo” aos amigos que já estão na etern...
3
Papa Francisco São José Menino Jesus
Ricardo Sanches
A oração a São José que o Papa Francisco reza todos os dias há 40...
4
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
5
São João Paulo II
Reportagem local
A última frase de São João Paulo II antes de partir desta vida
6
Ary Waldir Ramos Díaz
O papa que enfurece o diabo: São João Paulo II fez exorcismo dent...
7
Don José María Aicua Marín
Dolors Massot
Padre morre de ataque cardíaco enquanto celebrava funeral
Ver mais