Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri

Sua esposa quer fazer tudo a dois? Atreva-se a dizer "não"

Man - Couple - Shopping - Bags - Bored

© wavebreakmedia

Edifa - publicado em 25/10/19

Fazer tudo junto é o sonho de muitas esposas. Contar tudo um para o outro, compartilhar tudo, criar um verdadeiro "nós". Viver lado a lado, de mãos dadas. Um desejo de amor genuíno que nem sempre é compartilhado pelos homens. Mas como explicar isso à sua esposa (evitando uma discussão)?

Muitas esposas reclamam que seus maridos não sentem mais a necessidade de compartilhar com elas sobre a sua vida cotidiana. “Eu sinto como se meu marido fosse solteiro! Sinto que ele me ama, mas gostaria tanto que fizéssemos coisas juntos! Que fossemos juntos a um retiro, que rezássemos juntos, que fizéssemos compras juntos… Sinto a falta dele assim que não estamos mais juntos.” E assim, o marido começa a temer ser sufocado pelo relacionamento e se recusa a explorar essa “fusão” do casal, enquanto a esposa fica imaginando se ele realmente a ama.

Fazer tudo a dois, missão impossível?

No livro Homens vêm de Marte e as mulheres de Vênus, John Gray dá uma explicação simples (simplista, diriam alguns) para esse caso: As mulheres ainda não entenderam que homens e mulheres não são do mesmo planeta? Para começar, sua visão de casal é radicalmente diferente.O homem sente a necessidade de se retirar periodicamente “em sua caverna”, como explica o autor. Ele diz que o homem é compartimentado: quando está no trabalho, no esporte ou em uma reunião, esquece que uma mulher, mais unificada, pensa nele e quer sua presença. Enquanto a mulher, em geral, precisa da presença constante do amado, o homem dirá com facilidade que um casal precisa ser capaz de respirar. Isto é, por exemplo, ele precisa de fortes momentos de união e intimidade, alternando com praias e liberdade.

Portanto, é preciso aproveitar o prazer dos momentos juntos, mesmo que não seja fácil estar lado a lado durante o dia. Ou talvez a solução possa estar em outro lugar. O problema do casal não é exatamente fazer tudo junto, mas levar o outro em consideração nas suas decisões diárias, pensar no outro na vida cotidiana.Compreendemos que não é possível fazer tudo juntos, especialmente hoje, quando a vida profissional e as diversas atividades sociais não permitem que vivamos constantemente perto um do outro. A pessoa que entra na vida de casado dizendo “nunca nos afastaremos um do outro” terá que enfrentar os fatos: a vida separa tanto quanto une. No entanto, essa bela unidade pela qual o casal apaixonado aspira é possível, na medida em que cada um pensa um no outro.

Juntos mesmo quando separados

Dessa forma, em suas atividades profissionais ou sociais, o marido não esquece que é casado, pensa na esposa: “Que conselho minha esposa me daria diante de um problema assim?” Ele não reagirá apenas em seu próprio nome, ele terá uma reação dupla. Da mesma forma, a esposa, que por exemplo vai sozinha à missa durante a semana, não perde tempo suspirando e lamentando a ausência do marido. Ela o levará em sua oração, dirá a Deus aquelas palavras que ele mesmo não deixaria de pronunciar se estivesse lá. Essa união de espíritos transcende separações. Contudo, também é necessário que haja entre o casal momentos de comunicação que permitam uma troca recíproca das concepções, aspirações, expectativas, alegrias e dores.

Não é interessante perceber como o nosso relacionamento com Deus é semelhante ao relacionamento do casal? Certamente, não se trata de uma “fusão” e, apesar dos silêncios do Senhor, esse relacionamento pode ser extremamente rico e profundo, graças aos fortes momentos de escuta da sua Palavra no Evangelho e, em especial, a calorosa recepção da presença eucarística.

Padre Denis Sonet

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CasamentoRelacionamento
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais