Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri

A vida cristã pode ser fácil?

RÓŻANIEC

felipequeiroz | Shutterstock

Edifa - publicado em 09/12/19

Como na vida material se encontram soluções para facilitar tudo, não poderia ser a mesma coisa na vida espiritual?

Ser cristão não é fácil. As exigências do Senhor nem sempre são fáceis de seguir. Sobre o casamento, sobre a verdade, sobre viver em sociedade, o Senhor não nos economiza. Requer sempre mais esforço. Ele espera muito dos seus discípulos. O caminho cristão estárepleto de mistérios de fé e de práticas difíceis de compreender, e mais ainda de explicar aos outros. Começar a seguir a Cristo e continuar a seguir a Ele requer grande perseverança.

Como é que não é mais fácil obter resultados a nível espiritual, quando se pode fazer isto noutro lugar? Não é um pouco desatualizado para manter um cristianismo tão complexo quando existem métodos que fazem o uso do software mais complicado disponível para os mais estúpidos? Porque não fazer o mesmo pela fé? E não falemos de moralidade: não estána hora de viver com os tempos? Uma vez que tudo é facilitado, facilitemos a vida cristã. A insatisfação de muitas pessoas com o cristianismo não vem do esforço que deve ser feito?

Devemos manter a barra muito alta?

trekking
Simon - Pixabay

Como se queixar se ninguém o segue, ou quase ninguém o segue? Estas ideias são menos modernas do que parecem. Em todos os momentos, houve pessoas que propuseram versões mais fáceis do cristianismo, uma prática mais acessível do Evangelho e uma vida cristãsimplificada. Nunca faltaram boas almas para oferecer atalhos, um “cristianismo sem esforço”. O cristão do nosso tempo, se for um pouco pensativo e se aceitar entrar na lógica do Senhor, compreende que, mesmo que a sua vida material seja mais fácil, a sua vida de fé, a sua esperança na vida eterna, a sua prática da caridade será sempre terrivelmente exigente.

Não se trata tanto de procurar dificuldades em si mesma (o que seria uma fraqueza psicológica), mas de percorrer os inevitáveis caminhos ascendentes que levam à verdadeira união com Deus. Na vida espiritual, nada será alcançado se tomarmos um caminho de tranqüilidade. O objetivo não está separado do esforço para o alcançar. Para fazer uma comparação: nas montanhas, há várias maneiras de chegar a um cume. Pode ser alcançado a pé, fazendo o esforço para superar a fadiga e as dificuldades do caminho. Você também pode acessar por helicóptero, sendo deixado no topo. Teremos atingido o mesmo objectivo? Os que chegaram a pé e os que foram depositados, os que ascendem da terra e os que descem do céu, vivem as mesmas experiências humanas e espirituais?

Cuidado com os atalhos!

De qualquer forma, não há helicóptero para rezar na presença do Senhor. Será sempre necessário tomar o caminho, pagar por si mesmo, caminhar na noite da Fé, perseverar no esforço, suportar as provas, aceitar os fracassos, não parar, levantarse se cair, ser ajudado por alguém mais forte que você mesmo e, por sua vez, ajudar alguém mais fraco que vocêmesmo. Aqueles que propõem vidas espirituais fáceis são mentirosos ou amadores. Aqueles que propõem atalhos, isenções, subterfúgios ou condensados não merecem confiança. Não nos tornamos cristãos mentindo.

Os passos que levam os adultos ao batismo (catecumenato) são muitos e demoram muito tempo. Não por causa de acumular obstáculos, que podem parecer dissuasivos, mas porque está na natureza das coisas. O próprio Senhor Jesus não facilitou o caminho dos Seus primeiros discípulos. Ele deixou claro para eles que deveriam, como Ele, tomar a sua cruz e O seguir. Ele lhes disse que deviam ser servos e não servidos. Não lhes ocultou que, para ter acesso à ressurreição, teriam que passar por agonia, paixão e morte. Não é da noite para o dia que você se torna um homem de Deus. Leva tempo. Devemos aceitar estágios, progresso, lentidão, momentos de desânimo, fracassos, obscuridades, ilusões… Não procuramos o difícil em si. Mas há dificuldades que são parte integrante da realidade espiritual.

Para entrar no Reino dos Céus, dêmos de nós mesmos

Essa é a nossa situação. Vivemos num mundo que visa facilitar tudo, e vivemos uma Fé que nunca será fácil. Alguns povos continuam repetindo métodos excelentes para nos conseguir o melhor resultado sem ter que pagar o preço. Mas sabemos que não entraremos na intimidade de Deus sem se sacrificar.

Mas, afinal, não é um grande desafio? Ele não apela ao melhor de nós? Não ficaremos felizes, quando tomarmos o nosso lugar no banquete do Reino, em ouvir o Senhor nos dizer: “Muito bem, servo bom e fiel; já que foste fiel no pouco, eu te confiarei muito. Vem regozijar-te com teu senhor” (Mt 25,21)? Então esqueceremos as nossas mágoas. Ficaremos felizes em ter nascido no esforço. “Quando a mulher está para dar à luz, sofre porque veio a sua hora. Mas, depois que deu à luz a criança, já não se lembra da aflição, por causa da alegria que sente de haver nascido um homem no mundo.” (Jo 16, 21).

Frei Alain Quilici

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
vida crista
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais