Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 24 Fevereiro |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Jesus é mais importante que Papai Noel. Leia esta história para seus filhos

NATIVITY

© Ben White / Unsplash

Edifa - publicado em 19/12/19

Dezembro tinha apenas começado quando o correio estava a ser acumulado na secretária do Pai Natal...

Milhares de crianças já tinham enviado suas cartas para а o famoso endereço: Papai Noel, Santa Claus, Polo Norte, HOH OHO, Canadá. O homem feliz, ocupado com a organização da grande noite de 25 de dezembro, não teve mais tempo para atender o correio.

Ele tinha escolhido elfos, entre os mais velhos, para responder às crianças em seu nome. Todos receberam uma resposta, tempestade de neve ou não, a menos que houvesse uma greve postal.

Para o Papai Noel isso era mais importante do que as renas. Mas as exigências das crianças muitas vezes iam além dos simples brinquedos da moda. Alguns queriam um irmão ou irmã, outros um pai, uma mãe, saúde… Os elfos já não sabiam o que dizer. Eles avisaram o Papai Noel.

“Sem esta criança divina, continuaria a ser Natal?”

“Continua na mesma,” disse, “mas acho que é ainda pior este ano. As crianças querem o que não lhes posso dar: paz e amor. E só tenho uma noite para não os desapontar. Tenho de falar com a Criança de Belém sobre isso.”

O velho barbudo gostava de Jesus. Não era culpa sua que ele fosse mais popular do que Ele nos corações de tantas crianças. Em Novembro, a publicidade era só sobre o seu trenó cheio de presentes. No entanto, o Papai Noel sabia que só Jesus podia satisfazer as crianças que estavam desiludidas com a vida. “Sem esta criança divina, continuaria a ser Natal?” pensou ele, acariciando a sua grande barba branca com a mão direita.

Só Jesus “pode acender uma estrela em nossos corações”

No dia seguinte, ele saiu de sua casa de gelo com alegria e entrou na oficina dos elfos. Ele foi aos anciãos e lhes disse com a sua voz tonitruante: “Todas as noites me levareis as cartas das crianças tristes, e nós as leremos a Jesus. Ele conhece cada criança pelo seu nome. Vai nos inspirar a escrever o que precisamos. Só ele pode acender uma estrela nos nossos corações. Vamos confiar nele!”

Foi assim que o Santa Claus, apesar das suas muitas ocupações, respondeu às crianças infelizes. Todas as noites, antes de se deitar, pedia aos anjos da guarda que os guiassem ao Deus Menino.

“Glória а Deus no Céu mais alto”

Se você sair uma noite em dezembro sem fazer barulho, você pode ouvir os anjos cantarem o cântico de louvor ao “recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura” (Lc 2,12), entre Maria e José “”Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência (divina).” (Lc 2,14). Uma estrela então brilhará nos olhos de uma criança.

Jacques Gauthier

Tags:
Natal
Top 10
Ver mais