Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 26 Julho |
home iconEstilo de vida
line break icon

Os Sete Pecados Mortais: A Receita do Diabo para nos enfurecer

Por GaudiLab/Shutterstock

Edifa - publicado em 16/01/20

O Mestre do Inferno gosta de dar conselhos aos seus aprendizes demoníacos, especialmente nas redes sociais. Em um novo post, ele revela aos seus fãs a receita do guisado da ira, para ser cozido no dia da raiva

Uma das minhas receitas favoritas é guisado de ira. Você tem que picar o coração de um homem com pregos de ressentimento, e depois ferver por um longo tempo em um suco de rancor. É um verdadeiro deleite! Muitas vezes obtemos melhores resultados com a ira que tem sido marinada, macerada, do que com grandes birras que nem sempre têm gosto.

Não se esqueça que o errado mata

Para pôr a sua vítima em cólera, escolha um erro muito doloroso. Coloque em seu entorno pessoas que possam confirmar que o ofensor é um reincidente. Além disso, tenha a certeza que o golpe cai num ponto sensível que o lembra de uma lesão passada.Por exemplo, se a sua vítima se sentiu mal amada pelo seu pai, deve sentir que a frase afiada do seu chefe é uma exclusão. E se uma pessoa sábia aponta que ela está realmente sofrendo mais com esse passado doloroso – que ela está repetindo – do que com a injustiça atual, mostra a ela o absurdo dessa suposição. Como é que acontecimentos tão distantes e até esquecidos podem ser mais influentes do que um trauma actual? Como poderia o passado ter tal influência quando não tem consciência disso?

Idealmente, sua presa teria que receber mais bandarilhas. Ela vai sentir que este mundo é muito mau. Espero que haja uma máquina de café para que ela possa discutir estes erros repetidos com os seus colegas. As vítimas gostam de se reunir para contar as suas histórias. Se a sua presa começa a se sentir culpada por criticar os seus superiores, lhe diga que é melhor falar do que ter uma úlcera estomacal: isso tira o estresse. Além disso, pelo menos diz o que está a pensar. Ela não é uma hipócrita.

Pressione as pessoas a rezar, sim, a rezar!

Se a sua vítima é uma infeliz devota de oração, que interceda pelo seu patrão. Sim, sim! Quando ela começar a rezar, lhe mostre todas as coisas negativas sobre ela. Se você fizer isso bem, você será capaz de desencorajar profundamente a pessoa. Por um lado, ela vai pensar que não é nenhuma surpresa que ela esteja sempre com raiva, já que ela não reza o suficiente para se livrar dela. Por outro lado, no momento em que se ajoelhará, ficará presa na amargura.

Cuidado! Faça pausas, especialmente quando o seu chefe está fora da cidade. Não tente a tua vítima. Ela confundirá esta paz interior com a virtude e se convencerá de que a melhor solução é viver o mais longe possível deste explorador odioso. Especialmente, não deixe que ninguém lhe mostre que o chefe dela é imperfeito e que ele tem tantas desculpas como ela. Se você fizer isso bem, a pessoa não vai perceber que ela está fervilhando em seu ressentimento há anos. Quando a batalha final chegar, quando o Outro fará todo o possível para a tirar destas areias movediças de ressentimento, mostre a sua presa os danos, provoque nojo com ela mesma, a desespere com esta manobra final: como poderia o Outro amar alguém tão injusta e enfurecida?

Padre Pascal Ide et Luc Adrian (Inspirado por as Cartas do Inferno de C. S. Lewis).

Tags:
DemônioOração
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
3
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
4
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
5
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
6
CONFESSION, PRIEST, WOMAN
Julio De la Vega Hazas
Por que não posso me confessar diretamente com Deus?
7
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
Ver mais