Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Outubro |
São Colmano

“Você nunca vê o que eu faço por você!”

MAŁŻEŃSTWO, PORZĄDKI

Shutterstock

Edifa - publicado em 13/02/20

"Você nunca vê o que eu faço por você". Uma reclamação comum em muitos relacionamentos. Mas é preciso só de um pouquinho de esforço para acabar com esses pequenos desentendimentos entre o casal

É impossível dizer quão frustrante é perceber que o nosso esforço não foi reconhecido pelo nosso parceiro(a).“Você não vê que eu me organizei para chegar mais cedo!”, “Você não percebeu que eu fiz a faxina”, “Você não percebeu que eu deixei você descansar e cuidei das crianças” (…). A resposta daquele que é acusado de não ver nunca o esforço do outro é normalmente a seguinte: “Mas se eu não tivesse falado nada…”. E é aí que está o problema. Não é suficiente apenas ver, é importante dizer que vimos, que percebemos.

Amar é ver

Se percebemos os esforços do nosso esposo ou esposa mas não agradecemos, pode ser porque não tomamos total consciência da importância que esse gesto tinha aos olhos dele(a). Com o risco dele(a) pensar: “Se ele(a) é tão cego perante os meus esforços, será que ele me ama mesmo?”. Essa falta de reconhecimento pode então ser sentida e interpretada como uma falta de amor. Porque quando realmente amamos, nosso olhar é atento e sabe decodificar o significado dos gestos da pessoa amada.

Imagine o seguinte cenário: Um homem, após a morte, apareceu na entrada do paraíso diante de São Pedro, que lhe mostrou que muitas vezes ele havia deixado de atender às necessidades de sua família. Mas o homem discordava: “Acredite em mim, querido São Pedro, sempre atendi a todos os pedidos razoáveis da minha família. Ou então, a única explicação é de eu não ter visto o que eles precisavam…”. “É exatamente isso que o torna culpado, respondeu São Pedro. Porque você não conseguiu ver as necessidades deles. Amar é ver!”

Sim, amar verdadeiramente é ver. É conseguir manter a admiração pelo seu parceiro ao longo dos dias. Portanto, precisamos abrir bem os olhos do nosso coração. Sejamos atentos aos atos e esforços do nosso cônjuge. E digamos a ele ou a ela, sem falsa modéstia, que nunca deixamos de ver e apreciar esses gestos inspirados pelo amor.

A propósito, essa é uma boa oportunidade para agradecer ao Senhor, que certamente está na origem dessas pequenas, mas maravilhosas gentilezas.

Padre Denis Sonet

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
AmorCasamentoFamília
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais