Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O que é uma boa confissão?

PRIEST, CONFESSION, MAN
Compartilhar

Como saber se nos confessamos bem? Uma boa confissão é aquela que nos permite ficar livres dos pecados já cometidos e que nos injeta uma força espiritual capaz de combater nossos vícios?

Uma “boa” confissão não é uma declaração, onde enumeramos simplesmente os pecados que cometemos desde a nossa última confissão e os quais desejamos absolvição. É importante admitir sinceramente as suas falhas, mas o principal é arrepender-se pelo que fizemos com a firme resolução de mudar de conduta, com o desejo ardente viver o mandamento evangélico do amor.

A confissão, uma verdadeira declaração de amor!

Muitos cristãos se reconciliam com o sacramento da reconciliação quando entendem que o Senhor dá muito mais importância à declaração de amor do que à enumeração de suas falhas, por mais graves que sejam! Eles então entendem que não devem ter medo de se confessar, pois o Senhor ficará maravilhado com a simplicidade com que se acusam. Porque essa simplicidade, essa sinceridade, são o sinal de que ele já iniciou a transformação dos seus corações.

Também devemos lembrá-los de que, na segunda parte do sacramento, é o próprio Senhor quem os responde com uma magnífica e solene declaração de perdão e amor. Pela voz do sacerdote, por sua absolvição, o próprio Deus declara que seus pecados foram totalmente perdoados. Uma declaração maravilhosamente eficaz, já que o Senhor tem o poder de engolir todos os pecados no oceano de sua misericórdia. Quando um petroleiro afunda no oceano, sua carga se derrama entre as águas, inexoravelmente. Quando Deus, pelo contrário, engole nossos pecados, não há derramamento de óleo – nossos corações se tornam mais brancos que a neve!

A verdadeira confissão renova e rejuvenesce o coração

São as mãos de Jesus que efetuam essa transfiguração. Essas mãos, que realizaram tantos milagres quando ele visivelmente viveu em nosso meio, continuam a agir hoje não apenas nos corpos dos enfermos a quem ele cura, mas também nos corações de todos os que tenham fé neste maravilhoso sacramento da confissão.

Acontece que os fiéis experimentarem, em uma graça sensível excepcional, essa presença ativa das mãos de Cristo quando se confessam. Mas não é necessário ter essa experiência para ter certeza de que, em cada confissão, é o próprio Jesus quem está lá para nos receber, acolher a nossa declaração de amor. É ele quem renova e rejuvenesce o nosso coração.

Padre Pierre Descouvemont

Boletim
Receba Aleteia todo dia