Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Como criar ou embelezar um cantinho de oração na sua própria casa?

WALL
Jackie Curry-(CC BY 2.0)
Compartilhar

Neste tempo de confinamento, nosso lar se torna mais do que nunca uma “igreja doméstica”. Por isso, esse é o momento perfeito para criar ou mesmo embelezar o seu cantinho de oração. Aqui estão algumas idéias para instalar ou aprimorar um espaço agradável dedicado à oração

Para apoiar a oração familiar, é bom organizar um lugar de oração. Como o nome sugere, é um espaço onde você reza. Pode ser um “canto” ou, em casas maiores, uma parte real (um pequeno quarto de estudos ou um armário grande, por exemplo).

Contudo, o seu cantinho de oração deve ser permanente. Não é apenas um ícone e uma vela que se coloca para o momento da oração e depois se remove. Assim, ele lembra a todos, ao longo do dia, o lugar que a oração tem em nossas vidas, sua importância vital.

Em seu testemunho, um de um pai de família contou que em casa o canto de oração está na sala de estar e uma luz noturna está constantemente acesa em frente ao ícone, como fazem também os orientais.

Seus filhos lhe disseram que, quando se levantam à noite e passam pela porta aberta, a luz reafirma a presença de Deus e os tranquiliza. O canto de oração favorece o recolhimento do nosso coração. Ele convida à oração. É também uma ferramenta para a catequese familiar.

Tanto quanto possível, não é reservado apenas para a oração coletiva, mas também permite que todos encontrem calma e silêncio para se encontrar com Deus durante o dia. Como montar o nosso cantinho de oração? Ele precisa ser pessoal. Será nosso, da nossa família, único como ela. Ele não se parecerá com nenhum outro e fará parte das nossas tradições, nossos tesouros.

Onde instalar um espaço de oração?

O primeiro passo é escolher o melhor local. Às vezes você vai precisar experimentar vários lugares antes de encontrar o que é o melhor. A evolução da família, os desejos dos filhos também podem levar a mudanças com o passar do tempo. Mesmo em casas pequenas existem várias possibilidades e você deve saber que não há lugar ideal em si. O lugar de oração pode estar na entrada da casa, assim como na cozinha, no quarto das crianças ou na sala de estar. No entanto, podemos citar alguns pontos para facilitar a escolha:

  • Que haja espaço suficiente para que toda a família possa se reunir. (com um pouco de espaço extra para convidados ocasionais).
  • Que seja um lugar tranquilo e que não disperse a atenção. Se você o colocar na frente de uma janela que dá para a rua, os ruídos e a animação do lado de fora podem dificultar a concentração.
  • Que seja tão bonito quanto possível. Evite a proximidade do lixo ou do cesto de roupa suja.
  • Que possamos vê-lo e passar com frequência na frente dele durante o dia; que ele não seja relegado a um lugar onde ninguém nunca vai.
  • Que ele esteja ao mesmo tempo isolado o suficiente para possibilitar alguém orar sozinho. Este último critério é, naturalmente, apenas concebível em casas um pouco maiores. Sabemos que se torna um pouco difícil, senão impossível, isolar-se quando seis ou sete pessoas vivem em três ou quatro quartos. Esta limitação pode apresentar dificuldades em muitas áreas, e em particular no que diz respeito à oração pessoal. Você não precisa fazer nada muito exagerado, e as restrições materiais não devem nos desencorajar. Cabe a nós criar oportunidades para cada criança (e para seus pais) encontrem a cada dia um momento de calma e solidão para respirar, refletir e rezar.

Como decorar nosso canto de oração

Uma vez escolhido o lugar, o nosso “canto” deve continuar a se desenvolver. O mínimo a adicionar é uma imagem, um crucifixo ou um ícone. É muito importante não escolher a imagem de qualquer maneira. Aqui, novamente, é necessário privilegiar a beleza: é essencial que bem cedo a criança associe Deus e a beleza. Portanto, é aconselhável evitar imagens malfeitas ou reproduções de má qualidade. Geralmente, os mosteiros oferecem uma grande variedade de imagens, para todos os gostos e todos os preços. Esta imagem (ou ícone, ou estátua) deve ser colocada em uma pequena mesa ou pendurada na parede, mas sempre na altura das crianças menores. Eles não devem precisar esticar ou virar o pescoço para ver.

Outro elemento do canto de oração: uma vela ou diversas velas. A chama nos fala do amor de Deus, do fogo do Espírito Santo, da luz de Cristo que nos guia. O número de velas pode não ser devido ao acaso. Algumas famílias acendem três velas: uma para cada pessoa da Santíssima Trindade. Outros acendem tantas velas quantos forem os membros da família: cada um merece uma e, quando existirem ausências, suas velas estão ali para representá-los. Durante o Advento ou Quaresma, o número de velas pode aumentar a cada semana. No aniversário de seu batismo, as crianças também podem acender sua vela, se tiver sido preservada.

Flores naturais ou plantas trazem vida e alegria. As crianças também ficarão felizes em enfeitar o oratório com buquês de flores do campo, colhidas durante um passeio ao parque. Um pequeno mural também pode ser muito útil. Para conseguir isso, tudo o que você precisa é uma placa de cortiça ou poliestireno expandido (2 a 3 cm de espessura). Se for poliestireno, é necessário cobrir a placa com um tecido liso. E aí neste painel podemos colocar os desenhos das crianças, frases do evangelho (do dia ou do domingo), fotos de pessoas para quem rezamos especialmente, etc. Um tapete bem confortável pode favorecer “orações especiais” e possibilitar reflexões mais profundas. Uma iluminação adequada, uma pequena prateleira para acomodar livros e cadernos; cadeiras ou bancos pequenos; um alto-falante Bluetooth; milhares de outras coisas podem completar esse agradável “canto de oração”. E aí resta aproveitar para contemplar e rezar!

Christine Ponsard

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia