Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Experimente estes jogos familiares que não requerem nenhum material

HAPPY, FAMILY, HOME
Liderina | Shutterstock
Compartilhar

Não tem a imaginação necessária para ocupar os seus filhos durante o encerramento? Aqui têm alguns jogos divertidos para jogar em casa, todos juntos

Manter os seus filhos ocupados todo o dia em casa e ao mesmo tempo querer aproveitar a oportunidade para que aprendem se divertindo. Este é um dilema para muitos pais. Aqui apresentamos uma seleção de vários jogos que não requerem nenhum material e permitem passar o tempo durante o confinamento.

Enigmas

– Quente/frio

Regra do jogo: Um jogador escolhe uma cor ou um objeto na casa. Os outros jogadores fazem sugestões às quais ele responde com “você queima” ou ” você esfria”.

– Quem é que eu sou?

Regra do jogo: Uma criança escolhe alguém ou alguma coisa e a define: “Eu sou…um animal, com um pêlo marrom, eu hiberno…”, até que um jogador reconheça sua identidade.

– Bacharelato oral

Regra do jogo: Um pai dá uma letra e decide que nome encontrar (país, animal, celebridade, objecto, profissão…). Ganha o primeiro que encontrar uma palavra.

Canções

– Conhecemos a canção.

Regra do jogo: Uma criança canta uma música com a boca fechada e as outras têm de adivinhar o seu título. Para que todas as crianças participem, é melhor cantar à vez e marcar os pontos num papel.

– Karaoke

Regra do jogo: Todos escolhem a sua canção favorita. Quando ele baixar o som por alguns momentos, os outros jogadores devem continuar a cantá-la. Rir é assegurado!

– O ouloufoute

Regra do jogo: Ao cantarem uma canção conhecida, todos os jogadores devem transformar todas as vogais durante o refrão em “i”, “o”, “u”. Exemplo: ” Um elefante que se passeia…” torna-se, versão ” ou “: ” Oum ouloufoute, quou sou poussoueia…”.

Jogos de imaginação

– “Quando de repente…”

Regra do jogo: Um jogador começa uma história. Após dois minutos, ele conclui com “quando de repente…” e dá a palavra ao próximo jogador, que inventa o resto.

– Discurso improvisado

Regra do jogo: Uma criança lança-se num monólogo. Cada um dá uma palavra por sua vez e ela deve introduzi-la imediatamente no seu discurso.

– Três gatinhos.

Regra do jogo: Os jogadores devem encontrar uma palavra que comece com a última sílaba da palavra anterior. Se nenhum sabe, tome a última letra.

Para os acalmar um pouco

– “No meu quarto, eu encontrei” 

Regra do jogo: O primeiro jogador diz: “No meu quarto, encontrei alguns livros. “O próximo jogador repete a frase e adiciona um objecto. O jogador que comete um erro está fora.

– “O que é que lhes pões dentro?”

Regra do jogo: Um pai introduz : “Eu vou ao mercado. No meu cesto, não se põe nada em “i”. O que você coloca nele?” Por sua vez, as crianças encontram um produto (ovos, salada, etc.) Variante: “Colocamos tudo em “ão”. O que colocamos dentro?” Pão, macarrão.

– “Ha, ha, ha!”

Regra do jogo: Cada jogador diz “ha!” à vez. Determine o número de “ha!”. (um, dois, cinco, ou um, o dois, depois três, etc.) num determinado tom ou não. Aquele que riu perdeu. (Este jogo nem sempre acalma).

– História com falhas

Regra do jogo: Um dos pais conta uma história num sussurro, e interrompe-se de vez em quando. As crianças têm de adivinhar a palavra que falta e sussurrá-la.

Stéphanie Geustmaried

Boletim
Receba Aleteia todo dia