Aleteia
Sábado 24 Outubro |
São Maglório

Já pensou em medir a temperatura do seu casamento?

Thermometer, Woman, Home, Sick

© goffkein.pro

Edifa - publicado em 15/04/20

A Covid-19 exige que esteja atento à sua temperatura, sendo um dos sintomas da doença uma febre alta. Mas e a temperatura do seu casal? Não está infectado por maus reflexos que o sufocam ou arrefecem tanto a si como ao seu parceiro ao mesmo tempo?

“Estámuito calor!” A expressão, utilizada no seu sentido figurativo, refere-se a uma situação erotizada por corpos que se despem por causa do calor e, por extensão, a uma atitude sugestiva.

Por uma alteração evocativa de significado, éutilizada para descrever uma situação difícil ou desconfortável, presumivelmente para significar o risco de queimadura ou derrame e, portanto, o carácter difícil de controlar um evento.

Tudo isto para dizer que o casamento pode ser difícil! De vez em quando, interrogarmo-nos sobre se estácalor no casal pode ser um desafio a todos os aspectos da vida conjugal.

Fazer o diagnóstico correto

Todos somos sensíveis ao fato que ume pessoa seja calorosa ou fria. O frio, tal como o carácter sufocante de uma personalidade “sauna-hammam”, desestabiliza o nosso equilíbrio interior. Pode parecer uma banalidade, mas éinteressante que nos escutemos a nós próprios e àoutra pessoa, em que clima nos percebemos a nós próprios e se o percebemos da mesma forma.

o clima que eu penso que eu criou e o clima que o outro percebe. E háo clima que produzimos juntos. Muitas vezes este clima “fala” muito mais do que pensamos, porque fala de tudo aquilo que não exprimimos. Surpreende-nos, impressiona-nos, obriga-nos a reconhecer que aquilo que queríamos manter em silêncio se manifesta de forma diferente. Não éeste o caso das tormentas? Uma explosão devido àacumulação de electricidade, humidade e calor.

Consiste em diagnosticar e deixar o outro saber o que estáa criar frio em mim na sua atitude ou o que me estáa sufocar, a queimar-me. O objectivo: frustrar o mecanismo! A nossa afectividade desenvolveu-se com a inevitável falta ou transbordo de calor, apesar de toda a benevolência da nossa família, e muitas vezes criamos um clima de reacção. Édifícil reequilibrar um mau reflexo e, no entanto, éum desafio na vida de um casal.

Se compreender um ao outro… e trocar de atitude

Quando envio frio ou demasiado calor ao meu cônjuge, estou a tentar proteger-me de alguma coisa. Seráque me sinto julgado? Desvalorizado? Estou demasiado desprovido de escuta ou de ternura? É-me difícil conseguir a atenção dele ou dela?

Em contrapartida, estarei eu dependente do seu estado de espírito, das suas opiniões, das suas escolhas? Seráque tenho a minha dose de iniciativas? Sou limitado, controlado pelo outro? Seráque tenho a sensação de que nunca consigo fazer o suficiente? Seráque sinto que tenho de me adaptar, sem reciprocidade? O que tenho medo de faltar? De liberdade? Proximidade?

Depois de tentar se compreender um ao outro, vem o desejo de mudar ou melhorar a sua própria capacidade de criar um calor suave para o seu cônjuge. Posso agir ou me comportar de uma forma que responda a uma necessidade que ele manifestou. Também posso abrir os olhos, ou voltar a me dizer interiormente e lhe dizer tudo o que ele faz por mim e que me faz sentir bem.

Talvez alguém fique sufocado quando os seus actos de bondade não são reconhecidos, recebidos. Por isso, ele pensa que tem de acrescentar mais. Na verdade, por vezes não recordamos a nossa gratidão por tudo o que a outra pessoa nos dáe não olhamos para isso com precisão. Éemocionante expressar ou receber palavras de gratidão por um gesto, um sorriso, um olhar, ou de perdão por uma indelicadeza ou um ressentimento, de alegria por um bom momento vivido conjuntamente.

Sophie Lutz

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
AmorCasamentoFamíliaInteligencia emocionalRelacionamento
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Papa Pedro João Paulo II Bento XVI Francisco
Reportagem local
Pedro, João Paulo, Bento e Francisco: 4 Papas...
Ver mais