Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri

Quarentena: os segredos de santa Hildegarda para uma alimentação sã

© Shutterstock

Edifa - publicado em 23/04/20

Comer corretamente durante a quarentena não é tão simples quanto parece. Corremos um alto risco de ganhar peso. A seguir, acompanhe alguns conselhos de Santa Hildegarda, monja alemã, para escapar das armadilhas e seguir sadio

Santa Hildegarda (1098-1179) nos deixou como legado um vasto conhecimento das virtudes das plantas e dos alimentos encontrados na natureza. Indicando muitos remédios, ela colocava a prevenção através dos alimentos em primeiro lugar, segundo a tradição de Hipócrates. “A alimentação da alegria realmente nos nutre, limpa o fígado e os intestinos, elimina a “bile negra”, gera um sangue puro e um espírito alegre. Santa Hildegarda nos guia de maneira muito simples em direção a alimentos capazes de despertar nossa força vital“, explica Corinne Graux, naturopata francesa. Veja algumas dicas de alimentação saudável para o tempo de quarentena.

Evite a alimentação repetitiva

Como uma boa nutricionista, Santa Hildegarda não defendia dietas padronizadas. O que é bom para um não é necessariamente bom para outro. Ela defendia uma gama variável de opções de dieta adaptada a cada constituição física, cada estado de saúde, cada idade, e cada estação do ano. Em resumo, um plano feito sob medida.

Para Hildegarda, tudo também era uma questão de “equilíbrio humoral” ou “equilíbrio líquido”. Assim, o homem também deve conter, como a terra, a “quantidade certa de humidade” em seu interior. Esse equilíbrio é mantido graças a uma proporção justa entre alimentos de natureza quente, fria, seca e úmida, e também através dos nossos bons pensamentos e ações. Assim, a santa recomendou beber sempre um pouco de água (ou vinho) durante a refeição e acompanhar os pratos de algum líquido como molhos, caldos de carnes ou legumes, a fim de evitar que os alimentos chegassem “secos” ao estômago, o que atrapalharia a digestão. Uma boa dica seria o vinagre de vinho pois ele tem a propriedade de manter o PH do estômago e dos intestinos equilibrado, ajudando a evitar a formação coágulos sanguíneos nas artérias.

Escolha alimentos que ajudam a curar o corpo

Rainha dos cereais, segundo Hildegarda de Bingen, “o trigo vermelho é um grão excelente, de natureza quente, grande, cheio de força e mais doce do que todos os outros grãos. Ele ajuda a manter a carne e o sangue saudáveis, assim como a manter o espírito jovem”. Tendo aparecido no século X a.C., o trigo vermelho foi abandonado em favor do trigo comum por razões de rendimento, e foi redescoberto cerca de trinta anos atrás.

Não tendo passado por seleções artificiais de grãos, seu glúten seria de muito boa qualidade, não atacando a parede intestinal. Os especialistas recomendam o consumo do trigo vermelho não híbrido (não cruzado com o trigo) e de produtores certificados. Altamente digerível, rico em minerais, oligoelementos, vitaminas e probióticos, o trigo vermelho também é um antidepressivo natural e anti-inflamatório valioso, estimulando o sistema imunológico. Podemos consumi-lo de diferentes formas: como mingau, farinha para a produção de pão, arroz, macarrão e biscoitos.

Outros alimentos altamente recomendados são: a erva-doce, antiespasmódico e diurético; castanhas, feijão verde, e cucurbitáceas (abobrinha, variadas abóboras); raízes no vapor (cenoura, mandioca, chirívia, nabo, aipo); cebola (de preferência cozida); alho fresco ou cozido; amêndoas e tâmaras; fígado de frango; maçãs cruas ou cozidas, peras cozidas, dentre outros. No dia a dia, você também deve usar quatro temperos essenciais, à mesa ou durante o cozimento: camomila, lavanda, gengibre e tomilho.

Limitar os alimentos intermediários

Para evitar problemas de saúde é aconselhável consumir solanáceas com moderação (tomate, berinjela, pimentão e batata) porque a solanina, um componente tóxico dessa família de alimentos, aumenta os leucócitos no sangue e pode criar um ambiente cancerígeno. O mesmo vale para peixes gordurosos (truta, salmão, sardinha etc.), reservados apenas para pessoas saudáveis. “Quando uma pessoa em boa saúde se alimenta, os rabanetes podem curar e purificar. No entanto, este alimento pode ser prejudicial para alguém que está doente ou muito magro”, observou Santa Hildegarda. “Caso esta mesma pessoa esteja acima do peso, ela secretará “substâncias podres” se abusar do mel (!). Os saudáveis podem consumir um pouco de leite, mas de preferência no inverno e após ebulição para que os “sucos ruins diminuam””. Quanto à natureza quente da carne de porco, não seria benéfica para o homem.

Evite alimentos tóxicos

Santa Hildegarda não gostava de alho-poró, cebolinha, pêssego, ameixa (a menos que embebido em vinho), morangos e vegetais crus (exceto a salada verde, se bem temperada). Segundo ela, esses alimentos são até venenos para os seres humanos! Adeus também repolho (indigesto), certos cogumelos, melancias e lentilhas.

Coloque o corpo em uma dieta

Se Santa Hildegarda baniu dietas excessivamente restritivas, onde a pessoa acaba ficando deprimida pela quantidade de restrições, ela era a favor das chamadas monodietas (conhecidas por nós como detox) que permitem ao corpo descansar, evitando alimentos excessivamente pesados. Elas podem assumir várias formas. Por exemplo, consumir à noite, uma ou duas vezes por semana, uma tigela de arroz orgânico ou sopa de sêmola (milho ou arroz) com caldo e chá de erva-doce. Ou quem sabe uma monodieta de três ou sete dias (alternando compotas, massas e sopas). De toda forma, o melhor antes de aderir a qualquer dieta é ser acompanhado por um especialista.

Diane Gautret

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CoronavírusSantosSaúde
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais