Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri

Devemos contar o nosso passado aos nossos filhos?

enfant; ado

© Alena Ozerova - Shutterstock

Edifa - publicado em 05/05/20

As crianças são bastante curiosas e amam fazer muitas perguntas, inclusive aquelas ligadas ao passado. O que devemos contar de nossa vida passada aos nossos filhos? É preciso contar tudo, até mesmo nossos erros?

Está provado, nossos filhos adoram saber como era a nossa vida antes deles. Não se trata de ficar falando sobre os nossos feitos ou ações heroicas, mas de sinceramente dizer a eles o que fizemos de bom ou não. Muitas vezes temos medo de vê-los usar nossos erros do passado contra nós. Então, o que devemos dizer e o que devemos guardar para nós mesmos? Ser transparentes ou hipócritas, reescrever a história ou, cheios de cautela, jogar um véu pudico sobre as lembranças de uma juventude mais ou menos reta?

Não querer passar a imagem de alguém que não é você

Entre as partes do passado que teremos o cuidado de deixar em seu lugar, aquelas que não serão desenterradas na frente de nossos filhos estão: ressentimentos familiares, brigas graves, motivadas ou não, entre membros próximos ou distantes de nossa árvore genealógica. Podemos pensar que estamos dando explicações sólidas, mas na verdade, arriscamos oferecer à criança uma imagem de adultos que não cresceram, que permaneceram congelados no passado, que não conseguiram se libertar dele e que passam de geração em geração ideias de vingança ou vitimismo.

Além disso, deveríamos contar sobre o nosso amor de juventude, sobre uma ruptura difícil, sobre o primeiro cigarro fumado ou a primeira noite em uma festa com os amigos? Sim, podemos. Os pais não são seres perfeitos, e as crianças percebem isso facilmente. Portanto, não devemos procurar passar a imagem de alguém que só tirava nota dez na escola e que obedecia perfeitamente aos seus pais. Ou eles vão suspeitar de hipocrisia e mentiras, ou vão se perguntar o que aconteceu para essa criança perfeita se tornar o adulto que conhecem. Onde a história deu errado?

Dizer as crianças o que elas são capazes de compreender

Antes de tudo, tenhamos a coragem de contar a elas os elementos de nossa história que provavelmente marcarão também as suas vidas. Fatos relacionados à sua vinda ao mundo, por exemplo, e que os afetam diretamente. Assim como alguma situação que experimentamos e que lhes permitiria entender um pouco melhor o nosso comportamento em relação a eles. As crianças se culpam facilmente por problemas os quais não entendem a causa, por isso devemos dizer e explicar a elas o que são capazes de entender.

Por outro lado, algumas decisões infelizes que tomamos não lhes dizem respeito. Podemos partilhar isso com aqueles a quem desejamos testemunhar as dificuldades que a vida apresenta, e sobre como as superamos. Partilhamos para que os outros possam ver que a mão misericordiosa de Deus continua nos levantando e nos apoiando, que o perdão dado e recebido renova a alegria e gera confiança no futuro. Nossa história de amor com Deus é feita de altos e baixos, é com ele que nossa história é escrita e contada.

Jeanne Larghero

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Educação dos FilhosFamíliaFilhos
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais