Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 18 Abril |
Santa Catarina Tekakwitha
home iconEstilo de vida
line break icon

Você sabe como a Virgem Maria cuida de você no dia a dia?

MARY STATUE

Immaculate | Shutterstock

Edifa - publicado em 11/05/20

Modelo para todas e todos, a Virgem Maria é a nossa mãe. Ela nos educa e nos guia ao longo de toda a nossa vida. Veja como ela age no nosso cotidiano abrindo o nosso coração à ação do Espírito Santo e nos conduzindo pelos caminhos da oração

A Mãe de Deus sempre viveu em intimidade com o Senhor. Desde o primeiro momento de sua existência, havia em seu coração um movimento de agitação e plenitude incessantemente crescente. Esse movimento a conduzia ao coração de Deus, a mantinha conectada, imersa nele, em todos os seus pontos de vista e desejos, todos os seus pensamentos e sentimentos. Maria está constantemente na presença de Deus porque é inteiramente abandonada, e não se volta para si mesma em nenhum minuto.

Ela deseja também, com todo o poder de seu ser, que esse movimento de amor característico se torne também nosso. Pois ela é mãe, mãe da vida, e a vida é seu próprio filho. Não neguemos a ela a alegria de trazer esta vida para dentro de nós, na íntegra e em tudo, em tudo o que somos e fazemos, sem parar, sem demora.

A Virgem Maria nos ensina o silêncio

A Mãe de Deus nos ensina o silêncio, mas não qualquer silêncio. Ela nos ensina sobre o silêncio interior sem o qual não há oração possível. Esse silêncio é muito difícil para nós, porque somos falantes, dispersos, distraídos por mil preocupações sem importância. A Mãe de Deus é profundamente silenciosa porque ela é simples. Ela é apegada a Deus somente e busca apenas a vontade dele. E assim, revela o segredo do silêncio para nós. Ele não significa o fim das lutas. Sabemos que os esforços do dia a dia, com muita frequência, criam uma tensão que podem destruir o silêncio, a nossa paz interior. Contudo, diante do mistério de Maria, entendemos que o silêncio é principalmente um fruto do abandono, do desapego de si, que coloca a alma em verdadeira paz. Basta se entregar, com a confiança de uma criança.

A Virgem intercede por nós

No rosário, repetimos: “Rogai por nós, pecadores”. Essa oração humilde que brota das profundezas do nosso coração pobre, aumenta em nós a sede de salvação. Se realmente implorarmos – não de uma maneira repetitiva ou, pior, para obtermos glória (como: eu recito o rosário todos os dias), esse clamor vai pouco a pouco alargando os nossos corações e nos abrindo à luz do Espírito Santo.

A Virgem Maria também nos ensina a nos abandonar à misericórdia de Deus. Ela foi a primeira das criaturas a ter o coração partido mesmo sem ter pecado, pela simples razão de saber o que era o pecado, por ter visto seu Filho morrer na cruz por causa do pecado. Ela é a primeira criatura a ser perdoada porque, na verdade, ela foi preservada do pecado, o que representa o auge do perdão.

A Virgem Maria é um “firewall”

Deus está muito próximo de nós, seu amor é como um fogo que nos consome. Quanto mais desejamos esse amor, mais precisamos da humildade de Maria para adentrá-lo. O amor de Deus é grande demais para nós, ele tem algo de insuportável – a menos que consigamos ser muito pequenos, como Maria e com ela.

Onde o amor de Deus se manifesta mais fortemente? Na cruz. E é aí que ele nos dá sua mãe, para que nela nos tornemos novamente crianças pequenas, capazes de entrar no mistério do amor trinitário.

A Virgem Maria nos conduz a Jesus e Jesus nos conduz a ela

Sejamos claros: o objetivo é Jesus. Mesmo quando nos dirigimos a Maria, aos santos e aos anjos, nossa oração é, fundamentalmente, somente para Deus. Quando ensinamos as crianças a rezar, é importante não colocar Jesus e Maria no mesmo nível, ao mesmo tempo sabendo que não há competição entre Jesus e Maria – como se ao rezar a um, corrêssemos o risco de negligenciar o outro. Maria não guarda nada para si mesma. Constantemente, ela nos conduz ao filho.

Ao mesmo tempo, quanto mais colocamos a oração no centro de nossas vidas, mais sentimos a necessidade de confiar na súplica da Virgem. O amor ardente da Trindade nos leva aos braços de Maria, que são como um refúgio para nós, seus filhos.

Christine Ponsard

Tags:
CoronavírusMariaPandemia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
3
Ordenação sacerdotal
Francisco Vêneto
Ex-testemunha de Jeová será ordenado padre católico aos 25 anos
4
Pe. Zezinho
Reportagem local
Não desprezem o templo nem posem de católicos avançados, alerta o...
5
MARY, CRUSH, SNAKE
Desde la Fe
10 poderosas armas para lutar contra o demônio
6
SPANISH FLU
Bret Thoman, OFS
Como o Padre Pio encarou a pandemia de gripe espanhola
7
Reportagem local
Hoje celebramos Santa Bernadette, a menina que viu Nossa Senhora ...
Ver mais