Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 28 Setembro |
Santos Alfeu, Alexandre e Zósimo
home iconEstilo de vida
line break icon

Más lembranças: como superar o passado e avançar para o futuro?

MAN,REFLECTING,PRAYING

Amy Velazquez | CC0

Edifa - publicado em 09/06/20

Lutos, rupturas de relacionamento, acidentes, doenças, demissão ou fracasso pessoal são algumas das dificuldades que permanecem na memória e nos impedem de apreciar completamente o presente. A seguir, encontre algumas chaves que podem ajudá-lo a fazer as pazes com o seu passado e libertar-se de más lembranças

Algumas pessoas cuja história pessoal foi dolorosa não conseguem realmente esquecer tudo o que deu errado em suas vidas.

Elas se perguntam: como viver com essas lembranças ruins? Elas não percebem, mas a resposta está escrita na sua própria pergunta.

“Viver sem” ou “viver com”?

O primeiro erro seria sonhar em “viver sem”: sem essas memórias, sem essa herança, sem essas feridas.

Ao contrário do que as pessoas dizem, você não pode “recomeçar sua vida”. Essa expressão é enganosa.

Sim, com a graça de Deus, é possível escrever uma nova página, mas você não pode arrancar as páginas já escritas, manchadas e riscadas.

O passado é o que é, é uma história, para o melhor e para o pior. Você não pode se livrar ou fugir dele. Seria tomar-se por outro, seria viver fora de si.

É o que acontece quando uma pessoa não consegue mais suportar a realidade: a tentação é fugir para outro lugar, e é a consequência disso é o apego a velhos e novos vícios.

Também sabemos que a negação é ilusória. Mesmo que você não queira mais pensar sobre o assunto, mesmo se você conseguir apagar o trauma da sua memória, não significa que ele desapareceu.

É como se tivéssemos colocado sobre o assunto uma coberta, que continua se movendo. É como os segredos de família: eles estão enterrados, mas continuam envenenando a todos.

Então isso significa que somos incapazes de sair dessa história de infelicidade?

Aí reside o outro erro, que é o de “conviver” com seu fardo, ferida, miséria, mas deixando que eles invadam todo o seu campo de consciência e bloqueiem o horizonte.

Resignado, intimamente revoltado ou tristemente oprimido, de qualquer forma, não vivemos mais, sobrevivemos. É um veneno mortal que nos corrói por dentro.

Os cinco passos para o futuro

Existe sim uma esperança, pois a nossa história não acabou! A pequena menina esperança (como diz Péguy, poeta francês) vem nos pegar pela mão e nos convida a dar alguns passos em direção ao futuro:

  • O primeiro passo é assumir um ato de fé: acreditar que não estamos sozinhos. Cristo está conosco todos os dias até o fim do mundo (Mt 28, 20). Inclusive nos dias de tempestade e escuridão!
  • O segundo passo é aceitação, humildade diante da realidade.
  • O terceiro passo é o perdão. Em vez de nutrir uma amargura contra aqueles que o machucaram (atitude que apenas deixa a ferida sempre aberta), devemos confiar toda a nossa dor à misericórdia de Deus e tentar uni-la às suas dores – pois não somos melhores do que os outros (1 Rs 19, 4).
  • O quarto passo é a oferta: devemos pedir a Marthe Robin que nos ensine sobre esse grande segredo. A oferta transforma sofrimento em amor, desamparo em fecundidade.
  • O quinto passo é viver intensamente, ousar viver, e viver novamente; porque nada nos impede de amar!

Padre Alain Bandelier

Tags:
AmorDepressãoEstresseSofrimento
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Claudio de Castro
O Purgatório e o misterioso alarme das 3 da manhã
2
Broken Mary
Reportagem local
Nasce (e cresce) nos EUA a inspiradora devoção a “Nossa Senhora D...
3
Maria Paola Daud
O dia em que Nossa Senhora parou a lava do vulcão Etna
4
Caio Batista, jovem ex-protestante que se tornou católico
Reportagem local
Carta de jovem ex-protestante repercute nas redes: “Sim, eu me to...
5
Vulcão Cumbre Vieja
Violeta Tejera
Vulcão Cumbre Vieja obriga pároco a evacuar capela às pressas
6
Santa Missa
Reportagem local
Quanto tempo devemos chegar antes da Missa?
7
Irmã Cecilia
Reportagem local
Quem sorri assim no momento da morte?
Ver mais