Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 31 Outubro |
Beato Domingos Collins

Como negociar com o seu filho

TEENAGER

George Rudy - Shutterstock

Edifa - publicado em 01/07/20

Sempre que você pergunta algo ao seu filho, ele argumenta, discute e negocia? Essas situações fazem você questionar suas habilidades parentais? Não entre em pânico, existe um método para que seus pedidos sejam ouvidos sempre!

Desde a hora de dormir até o tempo gasto assistindo a desenhos, sem esquecer o quarto, que eles vão arrumar “mais tarde”, nunca faltam argumentos para as crianças negociarem as regras estabelecidas. Uma guerra exaustiva, inclusive para os melhores pais.

O ex-oficial francês Laurent Combalbert testemunha: “Passei os últimos quinze anos preparando e conduzindo negociações consideradas as mais difíceis e arriscadas do mundo. E, ainda assim, essas negociações estão longe de se igualar em termos de complexidade às que eu conduzo diariamente em casa. De fato, tenho quatro filhos!”.

Tentando ser um negociador melhor do que seus filhos, Laurent Combalbert explica como pôr um fim às discussões e manter a calma em casa.

Defina claramente o que é “não negociável”

O ponto fraco dos pais? O afeto. É ele quem os paralisa diante de uma lágrima ou de uma súplica de relevância habilmente medida: “Por que não, se eu tenho 9,0 na média de matemática neste trimestre?”. Nem sempre é fácil resistir. Mas não devemos esquecer que “o relacionamento que os pais têm com [seus filhos] é principalmente para educá-los e, com frequência, dizer não”, diz o especialista em negociações.

Entre as regras adotadas em casa, “é essencial definir aquilo que não é negociável, ou seja, os assuntos sobre os quais é possível conversar à título de explicação, mas cuja execução não se pode questionar”, continua o treinador. Educação, segurança, respeito pelos outros, participação na missa dominical, dentre outros – cada família trabalha à sua maneira. O “não negociável” deve ser claramente definido pelo casal e expresso às crianças com convicção.

Reserve um tempo para explicar as regras

Isso significa que certas regras são negociáveis? Sim, mas “negociar não é ceder”, insiste o profissional. “Negociar a forma permite não precisar negociar o sujeito principal”, observa ele. É assim que um “Você precisa arrumar seu quarto” pode se tornar “Você pode arrumar seu quarto antes de ir jogar ou depois de tomar banho”. Inteligente!

Finalmente, negociar com as crianças de maneira alguma significa ser compassivo ou afundar-se na resignação. É, pelo contrário, reservar um tempo para explicar as regras, fixar sanções e responder às suas perguntas. Essas conversas de “anti-crise” fortalecem a autoridade dos pais e protegem contra o autoritarismo. São como um arsenal de paz graça ao qual ninguém mais resistirá às regras estabelecidas. Seja colocando um rostinho bonito ou não!

Élisabeth Caillemer

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Educação dos FilhosFamíliaFilhos
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Brasileira Simone Barreto Silva é vítima de ataque terrorista na catedral de Nice
Reportagem local
Brasileira é vítima no ataque terrorista na c...
Reportagem local
França: atentado na basílica de Notre Dame em...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Pe. Robson de Oliveira
Francisco Vêneto
Defesa desmente Fantástico, da TV Globo, em n...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais