Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 17 Janeiro |
home iconEstilo de vida
line break icon

Devemos falar sobre política com os nossos filhos?

Dad - Father - Son - Boy - Discussing

© Roman Samborskyi

Edifa - publicado em 02/07/20

É impossível escapar deste tema, pois a política está por toda parte, seja na TV, no rádio, ou dentro das nossas casas. E ela não interessa apenas aos adultos, mas também às crianças. Será que devemos discutir política com os nossos filhos?

Manifestações, eleições, polêmicas do governo… tudo isso faz com que o tema da política volte com frequência aos debates familiares.

Mas que atitude adotar em relação aos nossos filhos? Será que eles estão preparados para ouvir de tudo? Tudo o que os adultos dizem ou assistem em suas telas na presença de crianças? Nada disso apenas entra em um ouvido e sai no outro.

Cuidado com as crianças pequenas

Sobre o tema das manifestações, é essencial explicar às crianças sobre as nuances de tais desafios sociais e, assim, formar e construir reflexões sobre o assunto.

Assim, podemos deixar brotar do nosso coração palavras que denunciem objetivos corruptos, mas que não condenem pessoas, pois todos são dignos de respeito. Formar o coração das crianças é fazê-las compreender a complexidade das situações.

Além disso, há muita informação que nos chega através da mídia de uma maneira cada vez mais intrusiva, ficamos sabendo de tudo imediatamente. Por isso, cuidado com as crianças pequenas!

É mesmo necessário que elas estejam cientes de todos os desafios que vivemos, sejam eles terremotos, a queda de um avião, ataques, tiroteios e violência de todos os tipos?

Fazer com que elas se enraízem em sua existência é algo que só pode ser feito em um clima de segurança, que se funda no afeto e no cuidado psicológico.

Nesse caso, a sensação de segurança pode ser frequentemente prejudicada pelo confronto precoce com todos os males que os perturbam.

Acima de tudo, treinar o pensamento crítico e despertar a consciência

É importante despertar gradualmente seus filhos para a vida política. É necessário que haja discussões profundas com eles sobre o real papel da política, para ensiná-los que essa bela função está a serviço da nação e que sua principal missão é servir ao bem comum.

Nosso discernimento e nossas escolhas só podem ser feitos se colocarmos o olhar sobre noções universais que são a base de nossa reflexão. Essa base, portanto, nos impedirá de cair no relativismo e no “politicamente correto”.

Esse politicamente correto nos impede de fazer escolhas livres e nos prende ao ponto de vista dos outros. Portanto, treinar a inteligência e o coração de seus filhos para o despertar da reflexão requer diálogo.

Deixar seus filhos em frente à TV, oferecendo-lhes apenas jornais como fonte de informação não os leva à construção de um pensamento crítico, pelo contrário, tendencia o jovem a ser formatado em um pensamento único.

Também correremos o risco de colocar todos os acontecimentos num mesmo nível – fatos e notícias diversas ou a promulgação de uma lei. É incontestável que jovens adolescentes são capazes de assistir a um debate na televisão e analisar as opiniões se tiverem desenvolvido um espírito crítico.

Entre superproteção e superexposição, a educação continua sendo um delicado e importante equilíbrio.

Inès de Franclieu

Tags:
Educação dos FilhosFamíliaFilhosPolítica
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais