Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco

Lazer e férias, um tempo para aprender a viver juntos

TALKING

Shutterstock | Jack Frog

Edifa - publicado em 29/07/20

A família constitui para as crianças uma das primeiras áreas de experimentação da coexistência. Por que não aproveitar as férias para mostrar aos nossos filhos o que significa ajuda mútua, respeito e harmonia? Aqui estão algumas dicas para fazer isso!

Os momentos de lazer e especialmente as férias são um momento privilegiado para aprender a conviver juntos com a família ou com amigos. E todos sabemos que isso pode ser especialmente exigente.

Não é fácil compartilhar a vida cotidiana com uns primos que têm ritmos muito diferentes dos nossos ou conseguir que umas famílias com estilos muito diferentes coabitem em harmonia. No entanto, é nesta situação que o Senhor Jesus nos espera, onde Ele nos chama para amar.

Amar é acolher

Acolher ao próximo como ele é e não como gostaríamos que ele fosse. Receba-o com um novo visual, sem idéias pré-concebidas, sem julgamentos irrevogáveis. O sobrinho que foi particularmente insuportável no ano passado talvez pode ter mudado, amadurecido. Mas como ele poderia demonstrar se, desde o primeiro dia, se sente classificado como “pirralho”? E o que podemos falar dessa prima que sempre está irritando. No entanto, é ela quem nos dá o Senhor como nosso “próximo” e nos convida a amá-lo como Ele a ama.

A maneira como recebemos os outros – que geralmente se traduz em nossa atitude e nossas palavras – é muito contagiosa: quanto mais abertos e gentis somos, mais nossos filhos também serão.

Amar é compartilhar

Compartilhar nosso quarto ou nossa comida, emprestar nossa bicicleta, nossa bola ou nossa toalha de banho. Essas são formas muito específicas de viver a caridade diariamente. É ótimo que as crianças sejam incentivadas a compartilhar, porque não há bicicletas suficientes para todos os primos, ou porque uns convidados de última hora obrigam o bolo a ser cortado em porções menores.

Mas você aprende a compartilhar: emprestar a bicicleta resmungando “porque o papai disse” é, sem dúvida, um ato de obediência, provavelmente não um ato de amor (embora você precise ser muito cauteloso com esse tipo de avaliação, porque as crianças que resmungam mais não são necessariamente aquelas que têm um coração pior).

Dito isto, podemos obrigar uma criança a emprestar sua bicicleta, não podemos obrigá-la a amar: é por isso que a educação no saber compartilhar é acima de tudo uma questão de atmosfera familiar. Precisamente aí, as crianças aprendem por imitação. Quanto menos nós adultos tivermos que intervir, melhor.

Mas cuidado com aqueles que têm “boa índole, que são gente boa” que eles sempre são prestáveis e que são facilmente explorados pelos outros. Às vezes, é conveniente restabelecer firmemente algumas noções de justiça elementar!

Também tenha cuidado com as razões profundas que levam uma criança a guardar invejosamente as suas coisas e a outra a dá-las sem nunca hesitar. Nem sempre trata-se de egoísmo num caso e generosidade no outro. A ansiedade ou o desejo de agradar também podem explicar muitas situações.

Revelar ao outro sua beleza

Amar também é ouvir. Nas férias, temos tempo (ou podemos tê-lo, se decidimos assim): tempo para ouvir os nossos filhos ou a vizinha idosa que estava um pouco desvairada. Ouvir – não apenas com os ouvidos, mas com o coração, com todo o nosso ser – é sem dúvida um dos presentes mais bonitos que podemos dar ao próximo, além de ser uma maneira de ajudá-lo de forma tão discreta e eficaz.

Às vezes, reclamamos que nossos filhos (ou nosso cônjuge) não nos dizem nada, não conversam o suficiente. Mas sabemos como ouvi-los? Para ouvir bem, existem três palavras-chave essenciais:

  • Disponibilidade (eles não fazem confidências “por petição”, mas bem saem inesperadamente durante uma caminhada, arrumando o jardim ou após uma refeição);
  • Benevolência (como alguém pode querer se abrir para uma pessoa com uma linguagem ruim e se apressar para julgar a outra?);
  • Discrição (até as crianças têm direito à privacidade e que suas confidências não se tomem superficialmente).

Amar é revelar ao outro sua beleza. Para revelar essa beleza, você precisa descobri-la. Em outras palavras, peçamos ao Espírito Santo que ilumine nosso olhar, para que possamos nos maravilhar com o mistério de cada uma das pessoas que encontramos. Peçamos à ele nos ensine a amar, para que possamos ser reflexos do amor de Deus para todas as pessoas. Então, vamos viver juntos umas férias mais bonitas!

Christine Ponsard

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
DescansoFamíliaTrabalhoViagem
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
São Padre Pio de Pietrelcina
Oração de cura e libertação indicada pelo exo...
Ver mais