Aleteia
Terça-feira 20 Outubro |
São Cornélio

Como superar o rompimento amoroso?

Shutterstock

Edifa - publicado em 17/08/20

Você pensou que poderia confiar nas promessas dadas; você pensou que entendia que lhe amavam e então descobre que não é assim. A sensação de ter sido traído, usado ou enganado é ainda mais profunda quanto mais você se dedicasse e se entregasse a si mesmo ou si mesma. Como se recuperar após uma separação?

Quanto mais avançamos na vida, mais oportunidades temos para experimentar decepções. Como o mal existe, você precisa aprender a se defender. Não evitando-o – porque é impossível – mas enfrentando-o.

Devemos aprender a seguir em frente, apesar das inevitáveis ​​decepções. Mas como avançamos quando enfrentamos uma decepção no amor? De todas as decepções, é sem dúvida a mais cruel, a que mais nos afeta, a que cura com mais dificuldade.

Ele ou ela ficou desapontado ou desapontada, por achar que podia confiar nas promessas feitas, por entender que eles o amavam e depois descobriram que não era assim. Sente-se decepcionado/a o cônjuge que tem a sensação de ter sido traído, usado ou enganado.

A decepção é ainda mais profunda, quanto mais se doava, com aquela espontaneidade que alguns descreveriam como ingenuidade e que pensávamos que era generosidade. Que remédios existem para esse infortúnio?

Tirar conforto da experiência de santos e mártires

Para começar, temos que aceitar nossa dor. Chorar, gritar, gemer por um tempo. No momento, a dor pode ser tão forte que não resta mais que chorar para aliviar nosso coração ferido. É bom ter tempo para chorar.

Então, você precisa conversar sobre isso com alguém em quem confia, pois o desespero deve ser evitado a qualquer custo. Fale sobre isso para não se gabar de nosso infortúnio, mas para sair disso. Para procurar saídas.

E a melhor maneira de sair é sempre de cima, adotando uma atitude corajosa, confiando no futuro, atraindo conforto da experiência de santos e mártires, de todos aqueles que foram traídos e se levantaram.

Depois de ter pensado sobre o assunto muitas vezes, é conveniente tomar a decisão de mudar de assunto. Não falaremos mais sobre isso. Faremos a obrigação de não pensar mais na mesma coisa. Não precisamos arranhar nossas feridas, mas deixar a natureza fazer seu trabalho de cura. Talvez exista uma cicatriz, às vezes talvez doa novamente. Mas a ferida estará fechada.

Luto pela relação amorosa

Fazer o luto da mesma maneira que um ente querido que deixa este mundo. Os ritos de luto devem ser recuperados. O luto não é trivialidade, é a confissão pública de uma separação irreparável, além de uma prática de sobrevivência.

Primeiro, manifestamos abertamente nossa dor (por exemplo, nas roupas); depois de um certo tempo, mudamos de estilo e atitude para mostrar que o luto acabou: a vida continua!

Portanto, não há necessidade de voltar ao lugar do drama: sem más fantasias, você deve evitar cair na bondade das memórias, voltar atrás.

No entanto, seria bom ver nossa parcela de responsabilidade pessoal pelo que aconteceu. Sempre ganhamos relendo nossa história: “Que benefício posso obter com o que aconteceu comigo? Onde foi que eu errei? Com o que tenho que ter cuidado no futuro?”

Agora, a vida continua. O sol nasce todas as manhãs. A vida é mais forte que a morte. E o coração está pronto para um novo amor: seja bem-vindo.

Finalmente, certamente não é em vão lembrar que, na História da humanidade, quem conheceu a maior decepção amorosa é o próprio Deus. A Bíblia inteira é a história do amor decepcionado de Deus por seus filhos. Mas Ele nunca desiste de esperar que algum dia alguém o ame.

Alain Quilici

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
AmorNamoroRelacionamentoSofrimento
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Ellen Mady
Para Jesus não existe novena melhor do que es...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
ícone São Lucas Nossa Senhora Jesus médico
Reportagem local
Oração a São Lucas, evangelista e médico, pel...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
JENNIFER CHRISTIE
Jennifer Christie
Fui estuprada numa viagem a trabalho - e meu ...
Ver mais